13 setembro 2016

Assunção Amnésia Cristas


Quem a ouve falar, não diz que esta mulher era ministra há menos de um ano atrás.
Á frente dos destinos do CDS enquanto Portas atravessa um confortável deserto, pejado de chorudas regalias dos tempos ministeriais do governo do coelho, Assunção é a alma caridosa que abnegadamente cumpre a obra de Deus, da Opus, do CDS e faz o conservadorismo de Portugal ficar rubro de excitação e jactância.
Depois de repetir à exaustação na oposição, tudo aquilo que fez de mau enquanto governo, pouco mais lhe restava a fazer para se demarcar do catastrofista de Massamá, que se candidatar à Câmara de Lisboa.
E candidatou-se a Assunção, de cristas levantadas, sabendo de antemão que não vence esta eleição, mas com a plena consciência que uma vereaçãozinha ninguém lha tira e que paga bem mais do que ser líder do partido do táxi, que corre o sério risco de virar partido do tuk tuk num futuro próximo.
Mais vale uma vereação em Lisboa na mão que um partido do tuk tuk pelo ar.
O PSD ainda não escolheu candidato, está à espera de Santana, que à frente da Santa Casa sem se chatear nadinha, deve estar cheio de vontade para o downgrade duma vereação em Lisboa.
Mais um erro crasso de Passos, a somar a uma lista interminável de erros e que culminará numa potencial catástrofe estilo apocalipse global, numa cena de pancada entre duas folhas de excel ou simplesmente a desaparecer da cena política e a ser julgado pelos crimes que cometeu.
A Assunção anda a fazer pela vidinha, para gaúdio dos conservadores deste país, tementes a Deus, amantes de colégios privados, membros de uma classe média que aufere mais de 80 mil euros /ano e que diz aos demais que vivem acima das suas possibilidades, que não podem comer bifes ou que a escola pública deveria cortar turmas para os colégios poderem continuar com as suas a funcionar recebendo avenças.
Gente que jura a pés juntos ver comunistas comendo crianças ao pequeno almoço, enquanto comem o pequeno almoço às crianças.

Sim, Assunção tu tens amnésia. É muito forçada, mas é amnésia.


Sem comentários:

Enviar um comentário