11 abril 2015

Passos Coelho em Anadia

Um agradecimento ao Daniel Louro pelo excelente enquadramento fotográfico
Fui ver o senhor dos Passos, tirei-lhe uma foto fraquinha, que o meu amigo Daniel Louro​ fez o favor de substituir por esta bem mais catita, com a envolvente que trouxe o coelho à Bairrada, o programa Invest Anadia.

Assim que cheguei ao cine teatro de Anadia, a primeira pessoa que encontro é o famoso Serra, chefe de segurança do 1º ministro (aquele senhor que impede as pessoas de cantar a Grândola vila morena), estava no lugar certo, casa cheia e coloquei-me no lugar da comunicação social, agora que ser blogger dá dinheiro (já recebi o meu cheque da google, para não falar dos endorsements de empresas, produtos e serviços, uma verdadeira mina amigos, toca a bloggar).

Foi apresentado o plano elaborado pelo WRC agência de desenvolvimento regional do Curia Tecnoparque, em linha com Portugal 2020 e os eixos prioritários de acção, em seguida a presidente independente Engª Teresa Cardoso lançou alguns tópicos como a inclusão da ligação à A1 no PDM e a continuidade dos estágios pepal através da contratação que as autarquias estão impedidas de fazer.
Apoiar o empreendedorismo, as empresas, criar emprego e riqueza.
O sonho americano de qualquer capitalista anadiense...

E aí falou o benemérito láparo.

No Portugal 2020 terá que haver rigor na aplicação dos fundos comunitários (nada de tecnoformas e fomentinvests).

Em relação a estradas fez-se muita coisa e gastou-se muito mal gasto, mas já está e agora foi-se, mas estamos muito melhor, quer em rodovias e até ferrovias (que precisam de algumas "correções").

Estamos descapitalizados, as empresas estão muito dependentes da banca e precisamos urgentemente de atrair investimento externo (de preferência externo à própria UE).

Isto depois de sucessivas medidas a sifonar a economia real para aliviar os maus investimentos e roubos da banca.

Temos de aumentar as exportações, mas os indicadores estão (quase) todos bons, tudo em curvas ascendentes nos gráficos desde 2013 para cá e em 2015 é que é, não vamos ser pessimistas... 

Afinal de contas já se anda a falar em recuperação económica há umas décadas valentes...E já ouvimos esta cassete Passista desde 2011 com o sucesso das suas medidas, que se respira na fervilhante actividade económica do país.

O primeiro ministro afirma em seguida (de uma forma muito positivista e nada popularucha) que "precisamos de investimento estrangeiro como de pão para a boca", a malta a pedir-lhe dinheiro com um plano preparado, que o coelho apelidou de forma paternalista de "TPC" e o mamífero responde em jeito de "que se lixem as eleições" e afinfa-lhes com um plano estilo Futre nas eleições do Sporting, o de ir buscar o melhor chinês...( Que em principio será o da Malaposta!).

Foi um fartote de diversão, gabo a coragem do primeiro ministro, dizendo estas coisas em público sem se rir uma única vez.

É como ver um espectáculo de stand up onde ninguém se ri, apesar das excelentes piadas do convidado de honra, com direito a espumante e croquete no final.

Recomendo a todos irem a estas visitas oficiais.
Podem ler a notícia do evento aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário