30 julho 2013

Brincar aos pobrezinhos com Espírito Santo

Quantas destas quer por ano? Por mês? Por semana? Por dia? Por hora? Por segundo... Para brincar aos pobrezinhos


Foi em 2009 que me aterrou nas mãos um livro branco e bem encadernado, intitulado "Documentos de sustentabilidade- Herdade da Comporta", teria sido elaborado como propaganda ambiental pelo BES depois de Ricardo Salgado ter mandado umas dunas abaixo que por acaso se tratavam reserva natural.
Nesse documento, enunciavam-se as maravilhas das "palhotas da Comporta", um sem número de virtudes com a etiqueta da sustentabilidade...
Quem me entregou tão vetusto documento, ambientalmente polido, referiu também:

"É o local para onde eles (Espírito Santo), gostam de ir brincar aos pobrezinhos..."

Já não é de agora senhores...

Mas sou quase forçado a concordar com a Maria Emília, quando diz que o maior amigo da Comporta é o mosquito, por afastar certo tipo de pessoas...
Talvez funcione com os Espírito Santo, durante as brincadeiras de pobrezinhos (de espírito...!)

Pode ser que um dia, ao resto do país, apeteça brincar aos riquinhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário