14 junho 2013

O fascinante mundo do trabalho

A olhar para um ecrã em modo Zen... Ou a levitar.

O Trabalho é sem dúvida uma das questões fundamentais que urge discutir, pelo futuro do país, não pela perspectiva do desemprego em modo flagelo absoluto, mas pelo simples direito ao trabalho livre de imposto, burocracia ou perseguição económica.
As leis, as privatizações, a estrutura do aparelho público, a variabilidade cromática política e o sistema de financiamento geral dos estados agremiados em federação, mas já a resvalar para o império totalitário, também são tópicos de interesse.
A revolução na Turquia, pode se tornar um banho de sangue, entre regime e manifestantes, uma situação de desgaste e emergência, uma guerra civil... A UE tudo fará para estabilizar aquele país, financiar a guerra dos dois lados e depois de fustigados integrá-los no império..

A Grécia com o fecho declarado da estação pública de TV e consequente desobediência dos trabalhadores, evidencia características de outros tempos mais (mas também menos...) avisados, numa situação de ruptura clara com o regime.

Ao lado o Chipre, assaltado directamente a partir da conta bancária... Devem estar contentes, devem...

O norte de África em definição política de cariz religioso, ainda assim acredito haver muita gente boa por aí que só quer levar uma existência pacífica e feliz.
O Deus de cada um, é na sua essência o mesmo.
O direito consagrado durante o neolítico ao espiritual contribuiu para o desenvolvimento da Humanidade.
Tal como o horário Nestum, fruto da revolução industrial, fora uma belíssima ideia... Há 200 anos!

O que assistimos agora é um misto de feudalismo sofisticado com simples exploração infinita do finito, ou será exploração finita do infinito?
Não sei... Mas que o Feudalismo, o colonialismo e outros vícios de ismo, andam por aí à solta, à espera de quem acredite neles, isso andam...

Tudo o que vemos é uma simples reedição sofisticada do passado... Em loop continuo.

É sofisticada por ter entrado numa nova Era de comunicação exponencializada, vibrando multimedia para o mundo, transportando emoções e pensamentos próprios de uma percepção em formato digital, onde o acesso à informação e conhecimento é instantâneo, em formato liquid ou prêt à porter, mas sobretudo, facilmente manipulável.

O ponto de partida é apenas a maior compilação de conhecimento da história da humanidade, claro está, que muito condicionada e longe de clássicos da Antiguidade e dos primórdios da espécie, algures onde o conhecimento da origem é puro e imaculado, vindo sabe-se lá de onde ou de quando!?
Talvez até de civilizações bem mais avançadas que a actual... E trancado a sete chaves pelos poderes, ou enterrados nas areias do médio Oriente, onde é "suposto" ter nascido a humanidade...
Lugares vários descobertos, ou por descobrir em escavações arqueológicas regulares.

A ciência é o elo entre o visível e o invisível. A matemática fornece a linguagem para exprimir essa ligação.
Como a programação faz o mesmo pelo universo virtual e os tons vibrados pela voz entoam na nossa mente, armazenados no hardware cerebral, nos imprimem uma programação.
A realidade mais não é, que padrões repetidos, num intrincado puzzle de infinidades.

P.s- Este é o meu fascinante mundo do trabalho.


Sem comentários:

Enviar um comentário