22 março 2013

Anda tudo doido, não se deixem arrastar sejam livres

A estrela do Rego

Nada como o movimento directo do regente mercurial para acelerar as coisas.

Vivémos tempos de muita loucura, onde o incremento exponencial da comunicação ao segundo gera vibrações constantes, que exigem materialização terrena e física.

Nem todos estamos cientes deste factor evolucionista da espécie humana... Mas sem dúvida que todos contribuímos para o efeito final.

E se muitos "iluminados" tem nas mãos as chaves da sabedoria para provocar resultados positivos, através de vibrações positivas... Outros tantos ignoram completamente esta realidade, para se tornarem simples vitimas de si próprios e dos seus discursos.
Tal como eu fora, várias vezes...

O ser humano não consegue medir arte, inteligência, cognição, intuição, motivação e tantas outras coisas não traduzíveis em gráficos ou folhas de cálculo...
Porquê insistir na rigidez de um modelo criado para complicar
Fazendo correr com vista à estagnação, burocratizando para limitar o acesso.

Fútil, vão e desnecessário.
As regras só valem enquanto há jogadores e jogo...

Quando o jogo está viciado e os jogadores são invariavelmente os mesmos, o que espera?

Mudanças?

Só se for para pior...
Mas aí já não valem as regras, vale a força, a violência, o ódio, a raiva e o desespero!
E não é disso que precisamos.

Para a doideira que aí anda, sugiro que cada um de vós encontre a paz e a luz dentro dos vossos corações.

Fazendo isso tudo o resto vem, nunca percam a capacidade de se porem no lugar do outro, deixando-o seguir o caminho que escolheu para si.
Se o puderem ajudar, façam-no... Se o quiserem acompanhar estejam à vontade!

Sejam livres...
Mas mais importante, deixem todos os outros sê-lo!

Se até no Rego há uma estrela, imagina no céu...

P.s - Tenho para mim que a estrela do Rego sempre foi um cavalheiro conhecido como "Rebenta".


Sem comentários:

Enviar um comentário