28 setembro 2012

O regresso de Farplex à ribalta virtual


Foram quase duas semanas sem escrever uma linha, sem ligação ao mundo virtual, às redes sociais.
Misteriosamente e sem qualquer explicação, no dia do meu post anterior fiquei sem net.

Quero desde já, agradecer aos responsáveis que causaram esta situação, dado que me permitiram verificar que existia todo um universo no exterior.
Durante essas duas semanas da minha versão unplugged,  decidi recriar o meu jardim de plantas aromáticas, há muito anunciado.
Alavancar os meus projectos pessoais, longe das redes sociais e dos clamores de revolução, fui deitando um olho ocasional na TV e como pude constatar, nada mudara!

As desculpas do costume, na boca dos protagonistas do costume, para resolver os mesmos costumes.
Seria censura?
Tal como o Farplex, outras plataformas do mesmo género e conteúdo, revelaram ter tido "dificuldades técnicas" no pós 15 de Setembro...
Pouco importa, o Farplex regressa!

Quero desde já agradecer a todos os envolvidos, que possibilitaram o regresso das comunicações globais a esta casa, um grande bem haja para todos vós, foi muita gente mesmo.

Depois de uma ausência de duas semanas, pude constatar que num desses dias, cerca de 30 mil pessoas visitaram o Farplex, sinal claro dos tempos da revolução digital e da necessidade de opiniões, fora do mainstream mediático que dá voz apenas ao governo mundial e seus lacaios.

Claro que eu tinha oportunidade de continuar este blog em qualquer ponto de acesso de internet, mas preferi não o fazer, para não me imiscuir mais na pequenês da imundice palaciana que se autodesigna de "legitimos representantes" dos Portugueses e toda a corja associada.

Já regressado, pude constatar que o défice está em 6,8% (significa que tal como o Farplex previu, a austeridade não é solução).

Que o segurança favorito do Passos não gosta que lhe filmem a cara, sobretudo enquanto agarra "perigosos" estudantes universitários pelo braço, por dizerem o que todo o Portugal pensa!
(Este mesmo segurança, já tinha cometido esta proeza na manifestação espontânea da feira do livro de Lisboa).
Passos cercados...De Portugueses, contentes e felizes com as políticas, mas sobretudo com os políticos.

O ministro da administração interna, Miguel Macedo, dedica-se agora a entomologia, falando de cigarras e formigas.
Ora, alguém que fala em insectos desta forma, recebe um subsídio de 1400 euros mensais por viver no seu apartamento em Lisboa e declara residência em Braga, não pode ser uma formiga, nem uma cigarra...
Quando muito será um parasita nematelminte... Como o nemátodo do pinheiro!
O que em termos de espécie, coloca o ministro muito abaixo da classe dos insectos, apesar de tentar cantar como a cigarra.

Relvas ainda não se demitiu, Bilderberg continua a forçar a remodelação governamental e o presidente com o seu conselho de estado não consegue convencer ninguém da sua utilidade.

Em suma, o sistema está a ruir com a normalidade que lhe é característica nos últimos tempos, basta ver o contigente policial e a segurança que cerca cada político durante uma visita.
É ridiculo e demonstrativo do tipo de governo e governantes que temos, ao bom estilo Europeu de lacaios da agiotagem.
Em duas semanas nada mudou, o enriquecimento ilícito do banking system tenta vingar a todo o custo.
Até já se ouviu Ricardo Salgado do Bes a defender a privatização da CGD, é como oferecer um aquário de focas tenrinhas a um grande tubarão branco, que festim!

Os cidadãos, é que não estão para aí virados, não lhes apetece mais disto.
Vamos perceber o que é preciso, fazer para viver sem parasitismos... Podemos começar pelas SCUT´s?

Entretanto,  o Farplex voltou à comunicação global das media wars.
Sempre atento e muito grato.


10 comentários:

  1. Acho uma graça a estes betinhos da esquerda caviar confortavelmente instalados e tomando as dores do povo. Onde estavam eles enquanto a esquerda radical , criminosamente, destruía o aparelho produtivo em 75.? Onde estavam eles enquanto josé sócrates(em minúsculas propositadamente) se entretinha em negociatas ruinosas com as PPP's? Andam agora preocupados por uns tabefes num imberbe universitário. Coitados...andam a arrastar penosamente o corpo em praxes e copos no bairro alto e depois querem emprego... é vê-los nas entrevistas de emprego a escolher cargos diretivos "para começar" ..É verdade! Um marmanjo com um canudo irrisório com média de 14 chegou aos Recursos humanos da minha empresa a dizer que: "para começar...gostaria de desenvolver uma actividade a nível de Diretor"...Mas adiante. squece lá a teoria da conspiração quanto ao teu blog...És um puto com humor, tens a mania que tens mais importância do que na realidade tens e depois dizes umas bacoradas sobre política e o "povão" (aquele que bate audiências a ver a "Casa dos segredos" aplaude-te e o teu ego infla como uma batata frita. O que se passou é que ocorreu uma anomalia durante um "batcha não rotinado" na troca de ficheiros entre servidores da google em Espanha, Àustria e Nova iorque (por onde passam os nós de distribuição e caudal de informação nas trocas entre a europa e os estados unidos onde estão sedeados os servidores. Sapo, blogger, wordpress e outros ficaram "Às cegas" mas acabou por ser resolvido...portanto meu filho, esquece lá essa impáfia da conspiração porque há gente bem mais importante para andar de olho...Topas? E vê lá se explicas ao povo que quem deve...tem que pagar e se não levarem com a TSU, levam com o IRS e se ainda assim não quiserem austeridade e vierem para a rua partir tudo...em dezembro já não haverá dinheirinho para pagar o funcionamento dos parasitas da função pública...

    ResponderEliminar
  2. Hum ... o senhor anonymous tocou num ponto critico " os parasitas da função pública", sempre que se fala em parasitas lembro-me duma barata tonta professora de álgebra, mas isto é uma "private joke".

    De facto esses senhores da fp, sobretudo dos sindicatos metem nojo, foram aumentados praticamente todos os anos acima da inflação, agora choram um aumento, se calhar precisam desse aumento para se alimentarem, já que têm de pagar o(s) empréstimo(s) do(s) carro(s) novo(s), e de sua(s) casa(s), certos trabalhadores no privado raramente são aumentados por os seus sindicatos não chegarem a acordo com os fdp do patronato, resultado antes da reforma recebem praticamente o salário mínimo... adiante, mas os iniciais responsáveis pela gordura da fp, andam aí felizes, cavaco e soares, logo que começou o dinheiro da CEE a cair o país ficou logo rico, e câmaras municipais a duplicarem os trabalhadores, instituições e fundações a crescer como cogumelos, etc...fora o dinheiro roubado, claro que só podia dar nisto, mais cedo ou mais tarde...

    Bem vindo de volta, toma bem conta das plantinhas, as aromáticas são bastante sensíveis

    ResponderEliminar
  3. Caro Anonymous

    Se me rotula de "beto esquerda caviar" posso lhe chamar "beto de direita facho"?
    As dores do povo são as minhas, que não tenho trabalho...
    O aparelho produtivo está a ser desmantelado há 40 anos, criminosas são as privatizações deste e doutros governos, inclusivamente o de sócrates... As PPP´s continuam e nenhum dos tubarões que vem à TV diariamente convencer-nos de que "não há outra solução", pondera sequer em acabar com estas anomalias do sistema...
    Os tabefes que deram no estudante universitário podem um dia ser dados na sua boca, pelos mesmos motivos (ou não!), nisto de ditaduras nunca se sabe...
    Quem deve são os bancos, que eu me lembre nunca pedi nada a nenhum... Sou no entanto chamado a pagar, através dos mais recambolescos artificios, manhosices e jogadas artolas, também conhecidos como roubo ou assalto.
    Existe ainda a impossibilidade técnica do dinheiro acabar, dado que na sua maioria se trata de dinheiro virtual inexistente ao qual acresce juros!
    Sabe o iluminado anonymous de onde vem o dinheiro que diz acabar em Dezembro (será a 21...aahahahah)? Pois, não sabe...
    Não, não há conspiração e tudo funciona sobre rodas, talvez por isso a 15 de Setembro 1 milhão de pessoas saiu à rua... Para atestar o bom funcionamento!
    Se a função pública são parasitas, como designa as PPP´s, o governo, os partidos, as fundações fantasma, as empresas fictícias, as offshores e os bancos?
    Pois é, já me sinto a inflar como uma batata frita, a minha mania cresce desmesuradamente (pela importância que me dá) e se me quiser chamar "filho" terá que me dar uma mesada.
    Caso contrário é só mais um a engrossar o contador de visitas e a caixa de comentários...
    Já ganhei o dia, incomodado como está o anonymous, será político?

    Relaxe e bem haja
    Só cá vem quem quer...;)



    ResponderEliminar
  4. Licínio

    O jardim de aromáticas foi um primeiro passo num projecto maior de reabilitação de um espaço, utilizando apenas materiais existentes no local.
    Conto estabelecer neste micro projecto um pouco de agricultura biológica dando seguimento (e destino) ao composto que obtive este ano, aparentemente de boa qualidade. É um projecto simples, mas que me está a dar gozo fazer e que a cada dia cresce mais um pouco, com novas ideias, culturas e estruturas de cultivo. Finalmente a questão da rega sustentada pela água da chuva será o passo final na conclusão deste projecto. Depois posto as fotos para veres, as aromáticas estão num local abrigado e estão bastante viçosas.

    Quanto ao governo mundial do banking system não será muito diferente da escravatura, apesar de muitos iluminados nos quererem fazer crer que não há outra saída possível...Ou que a haver, será uma saída violenta e terrível, tal como assustam as crianças com o papão, assim faz esta gente.

    Em Portugal a CEE foi um maná, para os protagonistas do costume (e continua a ser, dado que os protagonistas são essencialmente os mesmos).
    Emprestam-nos o dinheiro para comprar os carros que passeiam os ministros e os submarinos à Alemanha, que depois fazem os Portugueses pagar... Obviamente que se compreende como esta gente defende com unhas e dentes este estado de coisas, para eles obviamente que funciona...É um excelente negócio vender BPN, deixar os depositantes a arder e fazer os portugueses pagarem pela gestão danosa do Cavaquistão, é tudo tão normal que até arrepia!
    Para aquele milhão de portugueses que saiu à rua no dia 15 é que não está a dar! Deveriam talvez seguir os conselhos do(s) iluminado(s) Coelho, Relvas, Gaspar, Moedas, Borges, Catroga, Mexias e afins e emigrar...
    A exportar pessoas, também se engrossam as exportações, não é assim?
    Haja paciência para tanto lacaio deste regime de ditadura económica do banking system

    Um abraço e obrigado ;)


    ResponderEliminar
  5. Estou cada vez mais perto de virar um ermita contemporâneo, ir para a aldeia, e me entrar na agricultura biológica de subsistência, dada a situação actual e futura, acho se tivesse lá acesso a internet e maior isolamento térmico e biológico ( buracos por entra água e fauna roedora etc...), já lá estava desconfio... e fuck the system

    Já agora deixo aqui afixado, já que este blog é tão frequentado, se existir alguma leitora interessante jovem, solteira e saudável que me convença aderir a um projecto agro-ecológico disposta a trabalhar, porque terreno com poços, oliveiras, laranjeiras, etc... e bom para horta, e "habitação" rural/típica/histórica/podre para reabilitar já tenho.

    Parece anedota mas não, é verídico, o desespero dum desempregado vai longe!

    ResponderEliminar
  6. Não é desespero, é uma nova forma de vida, mais equilibrada e em sintonia com o meio ambiente.
    E sim... Fuck the system! eheheheh

    ResponderEliminar
  7. O desespero é na proposta afixada à candidata...

    Acabei de ter uma ideia do demo... avisar isso no net empregos, carta de motivação e foto de corpo inteiro atualizada, etc naquela de ver a quantidades de respostas, com jeitinho transformava aquilo num pólo de permacultura ou seita de culto.

    ResponderEliminar
  8. Não lhe chames "desespero", estás a conferir-lhe um sentimento negativo...
    Idealiza e chama-lhe "esperança", quem sabe se não te aparece uma Esperança mesmo.
    Pagas em amor (senão é lenocínio...ahahah)!
    Opta pela permacultura, seitas já as há com fartura e olha o resultado...;-)
    Se te aceitares como és, certamente que muitas outras pessoas farão o mesmo.
    Não stresses, tens o facebook como catálogo mundial, eheheheheh

    Um abraço

    ResponderEliminar
  9. Tiago, desejo-te muita sorte, para esse teu novo projeto.
    Realmente as "mudanças", é lá fora que se fazem e não neste mundo virtual...

    Beijinho
    Sónia

    ResponderEliminar
  10. Sónia:

    Por aqui também se fazem mudanças (sobretudo de consciências e saberes vários)...
    Mas sem dúvida que chegou a altura de manifestar o pensamento nas realidades do concreto.
    Obrigado

    Beijinhos

    ResponderEliminar