08 setembro 2012

Comunicados de coelho em vinha de alhos


Coelho com visíveis dificuldades de comunicação

Um cheiro a esturro, invadiu a casa Farplex...Não, não era o jantar, nem bispo na panela da sopa.
O que seria?
Era o comunicado do coelho, com evidentes dificuldades de comunicação...

Laboriosamente o coelho agendou o comunicado, para uma 6ª feira, às 19h da tarde e antes do jogo da selecção nacional com o Luxemburgo.
 (que ganhámos, por 2-1, mesmo com a "tristeza", alegria Ronaldo!)
Na esperança talvez, de passar despercebido à população...
...não fossem aqueles 3 portugueses sem TDT que o ouviram na rádio e teria sido um sossego para o lapin.

Tinha o coelho tanto para dizer, e ao mesmo tempo "não, não era nada..." 
...e nem de valor acrescido...
Era o palhacito para troika ver.
Cuidadosamente encaixado, antes da futebolada de sexta-feira, a vaselina ideal.
Mas, permitir-lhe ia (ao coelho), sair de fininho no final do comunicado silvado, sem ser linchado à saída por caçadores mais afoitos ou furtivos, ou simplesmente gente que não gosta de patranhas.
Para os mais atentos, o comunicado foi uma espécie de GangNam Style à coelho, por assentar em quatro passos tão simples quanto brilhantes.

Mais do mesmo, menos do mesmo e depois mais do mesmo outra vez...Para acabar em grande, no mesmo.

O que o coelho disse foi até bastante simples, muito embora ele o tivesse complicado o suficiente para "troika ver".

Resumindo:

Não há subsídios para ninguém( privados, públicos e reformados), mas o coelho diz que vai dividir um desses subsídios para públicos e privados pelos 12 meses, retirando-lho imediatamente a seguir (e mais uns trocos...) com a subida da TSU de 11 para 18% (Nada meigo para quem não tem a vaselina do futebol...).

As empresas, que pagavam TSU a 23,75% passam para 18%, mas nem por isso vão contratar mais gente, dado que tem que colmatar a subida de 7% nos seus trabalhadores (ou pagar-lhes menos ainda).

O tribunal Constitucional é uma miragem, e a interpretação do governo simples má fé, ao advogar que os sacrifícios são distribuídos equitativamente pelos Portugueses...
6 meses de imposto para o estado? Bastante a meu ver, cheira-me a extorsão.
Mas para os cofres da Segurança Social?...Nem por isso.

O esturro está aqui, nesta noticia de 30 Abril, que diz claramente que o dinheiro da Segurança Social pode ir parar às mãos da banca, para investimentos de alto risco (tipo dívida Grega).

Ahhhhhhhhhhhhhhh... Então é roubar, mesmo.

O coelho podia ter dito logo, que nos estava a tentar extorquir para investir na banca.
Investir com o dinheiro roubado, é crime, apesar de ser prática comum na banca, não coincide com a transparência apregoada, nem mesmo com os anteriores comunicados do coelho quando ainda estava na toca, à espera de lugar ao sol, por entre as relvas...

Pessoalmente deu-me vontade de rir... 18% de ZERO é zero na mesma, porra!
E o emprego, ó coelhinho!?- perguntam (e bem) a clientela.
Marx tinha uma frase extraordinária para estes discursos de coelho, que sintetizava na perfeição o sucedido.


Marx dizia "tipo lol", claramente uma pessoa avançada para o seu tempo...:-)

Outra frase muito boa, é de Francisco Sá Carneiro, fundador do PSD, quando o partido ainda era efectivamente social democrata.

Quando o PSD era Social Democrata, agora é só partido...


E finalmente...  Aquilo que se espera que aconteça ao coelho, depois deste comunicado tão conclusivo!

Coelho em vinha de alhos, para "Troika ver"

Sem comentários:

Enviar um comentário