10 julho 2012

Mestres do folclore de Portugal


Relvas achou que podia comprar uma guerra com Balsemão...
Com a ajuda das secretas Ongoing, lá fez o relatório escabroso sobre o Bilderberg Português e mogul dos media.
Relvas queria a RTP...

Balsemão, após o relatório das secretas que veio a público (já esmiuçado cá na tasca), recolheu-se e lançou o poder dos media sobre o ministro com "telhados de vidro"...

SIC, Público e Expresso, não tem dado tréguas ao Relvas...

O ministro fez que fintou, a questão das pressões ao Público, com a palhaçada da ERC...
Mas está longe de ser credível!

Ainda não recompostas as ervas do embate, vem o processo da licenciatura de Palermo, na Lusófona...
6 semestres num ano, 30 minutos para consulta pública do processo e onde se descobre que o folclore numa associação de templários de Tomar, dá equivalências...

Tudo isto corrói o ministro, cada vez mais, a cada dia que passa...
Perante um impávido e escondido Balsemão!

Passos não pode perder o "homem político" que segura o seu governo, dentro e fora do PSD...

Sob pena de perder o controlo dos dois, do governo e do partido!

Se atendermos a que todo este episódio, nada mais é, que uma simples disputa pelo controlo do sistema, entre maçonaria regular e irregular... Podemos ver o desfecho iminente!

Reparem como ninguém fala da Opus Dei, do CDS ou da reforma de Jardim Gonçalves a roçar os 200 mil euros mensais...

Relvas será humilhado até à demissão, até abdicar...
Quanto tempo aguenta mais, com episódios infelizes como o discurso na abertura dos jogos CPLP, que durou 1 minuto sob constantes vaias do público?
Não aguenta muito mais...

O número 2 do governo será substituído por um homem de Balsemão, com toda uma estrutura mediática a postos que o apoiará incondicionalmente e levará a cabo a agenda Bilderberg.

Nesta óptica, o homem ideal para substituir Relvas é Jorge Moreira da Silva...
(Há quem defenda que Miguel Frasquilho o pode fazer...Eu não acho, sabendo que os media podem promover qualquer um!)
O actual nº2 do partido assume a ponte (que Relvas sabotou), entre os barões do PSD e o governo, Passos Coelho fica refém, caso contrário o governo implode, a situação económica agrava-se e vem o 2º resgate...

Passos refém aguentará, até depois das autárquicas em 2013...
A partir desse momento surge o assalto ao PS, eliminando Seguro e Zorrinho, com 3 candidatos distintos à liderança do partido Socialista, prontos para encetar eleições legislativas...

Adivinham quais são?
Digo-vos mais para a frente... Ainda falta tanto tempo!

Sem comentários:

Enviar um comentário