21 junho 2012

Ler para todos- Biblioteca Popular do Marquês

Biblioteca Popular Infantil Pedro Ivo- Praça Marquês de Pombal, Porto


É de louvar, sempre que alguém predispõe do seu tempo e energia para ajudar os outros, melhorar a comunidade e fomentar a cultura e os hábitos de leitura dos cidadãos, desinteressadamente, num verdadeiro gesto patriótico...

A reabilitação popular, assume hoje um papel de importante de destaque na reformulação da sociedade.

Desprezando completamente a enxurrada cloacal de negativismo, perpetrada pelos media e (i)legítimos representantes, estes projectos sociais, sem qualquer tipo de custo, colocam em causa a própria existência das instituições e da propriedade privada do estado (tantas vezes votada ao abandono e esquecimento), que é de todos nós.

Sem necessitar de avultadas transferências de fundos, bailouts ou off shores, estes cidadãos oferecem hábitos de leitura à população, num espaço que sempre foi deles, mesmo perante a total inércia e incapacidade da Câmara Municipal do Porto.

Existem várias iniciativas deste género em Portugal, como as hortas comunitárias da Damaia, a Es.Col.A da Fontinha, a Rua de S. Lázaro 94 e agora a Biblioteca do Marquês...

Todos estes projectos altruístas, que procuram soluções a custo zero, tem em si a verdadeira sustentabilidade que o sistema vigente actualmente não consegue ter.

O resultado é simples... Polícia em força e toca a emparedar!
Saindo da inércia apenas para destruir, qualquer oportunidade de melhoria sustentada!

Para quem governa é preferível o abandono, o desleixo e a ruína, ao efectivo e benemérito serviço público!
Proibição ao voluntariado fora das campanhas de "caridadezinha" da democracia cristã...

Além de que é muito perigoso para quem governa, que existam pessoas a ensinar livremente, fora do sistema de ensino controlado.
(O que esperam que aconteça com tanto professor à solta sem emprego...!? Pois é... Estudassem!)

Se a generalidade da população puder cultivar a terra, enquanto se cultiva a si própria e à sua mente bem como os demais inseridos no meio social, pode bem chegar o dia em que essas mesmas pessoas não reconheçam utilidade ou préstimo para as ditas instituições democráticas e respectivos (i)legítimos lideres e seus egos...

Da esquerda à direita é tudo igual, na massa, na forma, no conteúdo e nas diligências da cloaca mental!
O patriotismo esbarra sempre no muro da propriedade privada, com impacto mortal!
E os egos eleitos arrogam-se de poder que não têm... O poder de criar!

O problema da propriedade privada do estado, é que esta pertence a todos nós contribuintes!
Não a tiranetes ou ditadorzecos de meia tigela, que nunca fizeram nada pelo próximo...
Excepção feita, se houver avenças, subornos, comissões ou benesses envolvidas.

Dar a possibilidade às pessoas de crescer, de sonhar, de imaginar e de criar pelos seus próprios meios!

É a melhor ideia que podemos aplicar para fazer evoluir Portugal como nação exemplo!

Tudo o resto, serve apenas como anedota, basta ver a imagem abaixo!

Muito sucesso para a BPM, não confundir com aquele outro antro de verdadeiros criminosos, BPN...
Apesar disso e ao contrário do BPM, o BPN não foi emparedado, mas devia ter sido...




Sem comentários:

Enviar um comentário