08 maio 2012

Plano Nacional de Barragens- Compras de luxo



Apesar de achar o trabalho da TVI, um tanto ou quanto tendencioso no sentido de ser manifestamente contra as barragens.
Não posso deixar de notar o visível embaraço e falta de justificação técnica para a estupidez e o roubo perpetrado por parte dos responsáveis da Endesa e da EDP...

Se nem todas as barragens serão necessárias, algumas são, há que destrinçar isto...

Do ponto de vista ambiental, trata-se de um atentado em larga escala, que irá alterar drasticamente os ecossistemas a montante e a jusante dos imensos aglomerados de betão...
Seja a construcção abandonada agora, seja ela concluída...

As rendas pagas a quase toda a gente, explica perfeitamente o silêncio de muitos decisores nesta questão!
As barragens são um maná... Como foram aliás, os parques eólicos e as centrais fotovoltaicas!
Seria de esperar que a microgeração, fosse um rumo para a sustentabilidade energética, mas o poder político e económico, tem sempre aquele jeitinho especial de subverter tudo o possa eventualmente ser positivo à sociedade em mero lucro, roubo ou especulação.

Isto se não falarmos no arquitecto iluminado que decidiu pintar a barragem de amarelo torrado...
Belíssima comissão nas tintas!
Não importa quão peregrina seja a ideia, desde que se ganhe dinheiro no processo... tudo bem!
Onde já se viu, construir barragens para produzir energia e bombear água com energia em excesso das eólicas, invertendo o percurso da água para reproduzir novamente energia...

Além da evidente perda de energia no processo, há toda uma questão financeira de lesa pátria e património natural, que foi simplesmente ignorada!

Não há qualquer estudo independente de prós e contras destas mega instalações, apenas a ganância de quem tem dinheiro a mais e pretende continuar assim...

O pagamento da factura, esse cabe ao consumidor, há já muitos anos...

Resumindo, desconto de 50% imediatamente na factura EDP, ou não pagar mais a factura durante uns anos para abater o roubo efectuado ao consumidor até à data!

Um serviço público que nos dias de hoje é de 1ª necessidade, transformada num opressor económico, com toda a nação refém desta parangona de fdp...
Portugal evidencia já síndrome de Estocolmo em relação à EDP... Mas sobretudo em relação à China!
Vale a pena ver este trabalho e analisar a vacuidade dos responsáveis do sector energético, incapazes de justificar o roubo!



Sem comentários:

Enviar um comentário