07 maio 2012

Gajas boas... Também cagam!


Aqui na cibertasca gostamos de gajas boas, não há nada de pejorativo no termo "gaja" e geralmente achamos muita piada ao termo "boas"...
Somos fãs de plastias e silicones bem aplicados, nada contra!
Se podemos plastificar cartões nos restauradores, também podemos plastificar gajas, para que fiquem boas... Ou pelo menos tentar!

O estilo pode ser qualquer um, desde que a gaja seja efectivamente boa...

A "gaja boa" não tem idade, profissão ou estado civil!
É boa e pronto.

A gaja boa pode ser atrevida (o que é giro, extraordinariamente sedutor e perigoso...), como pode ser uma intelectual ( o que é igualmente giro, extraordinariamente sedutor e perigoso...)!
O estereótipo porém, é que a gaja boa é desprovida de cérebro...
Não concordo, apesar de achar que um belíssimo corpo e um belíssimo cérebro é demasiada sorte para uma pessoa só!

O comportamento do género masculino perante um exemplar de gaja boa é estonteante, ridículo e não raras as vezes completamente submisso.

Algo que me perturba profundamente, no universo masculino...
Gentes que babam massivamente sobre gajas boas ou fotos das mesmas!

Um amigo dizia que apenas duas coisas conseguiam mudar radicalmente um homem:
Gajas e drogas...

Quão boa pode ser uma gaja? Infinitamente boa?

Não... Pode ser mais ou menos confiante, publicitada e corresponder aos parâmetros definidos pela sociedade mediática!
Trata-se portanto de colagem a modelos estabelecidos... Nada mais!

Trocando por miúdos, qualquer gaja que invista milhares de euros no seu aspecto e seja publicitada constantemente em todo lado, graças aos seus ares de gaja boa, será efectivamente uma gaja boa?
Não forçosamente...!
Pode ser um estafermo a fazer-se passar por gaja boa, mas com o "barulho das luzes" da ribalta tudo passa...
Claro que há gajas boas fora destes parâmetros... E com investimentos pessoais na imagem pouco significativos!

O teste do algodão é simples, uma gaja boa, consegue ser sexy vestida de Channel ou com um saco de batatas, tanto faz... Porque é boa e pronto!

O mais giro é que a "gaja boa" tem óbvios poderes comerciais, no entanto estes não são infalíveis!
A gaja boa apesar do seu exterior laboriosamente trabalhado, não deixa de ser uma gaja...

E como tal... Caga como qualquer mortal!

Sejas homem ou mulher, a próxima vez que tiveres diante de uma gaja boa, vais:

a) Babar (Não estou a falar do elefante que era rei e foi "limpo" por outro rei...)
b) Invejar
c) Imaginá-la na sanita a cagar

Take your pick...

Cá na cibertasca Farplex gajas boas é o que não falta, somos portanto difíceis de impressionar...!







2 comentários: