24 maio 2012

Atitude Positiva, 8 Passos e 4 Impulsos ... Crónicas BF, parte II


No seguimento da saga "Precários inflexíveis Vs BF" e "Como fazer um pitch de sucesso", surge o terceiro episódio " Atitude Positiva, 8 Passos e 4 impulsos".

A retórica nas camadas superiores da BF é simplesmente irredutível, exibindo sempre que possível sinais de riqueza e posse, mostrando como é possível ganhar muito dinheiro "falando com pessoas apenas" e aplicando "o método", ao rebateres esta teoria, são te aplicados os 4 impulsos de uma vez só...
E aí ou vais ou ficas, consoante te baterem os impulsos...Mas já lá vamos!

Além dos 5 Passos e da Lei das Médias, os 8 Passos são directrizes do comportamento e estado de espírito do promotor no terreno, no fundo, a lavagem automotivante de empowering para utilização constante no terreno do porta à porta.

Repare que estes ensinamentos são transversais ao quotidiano e aplicáveis a tudo no quotidiano durante a vida.

Os 8 Passos:

1- Atitude Positiva

A Atitude Positiva é fundamental, encarar os desafios como oportunidades...
Aquilo que o Coelhismo anda a tentar (sem sucesso) transmitir aos Portugueses  e que se resume no seguinte:
"Perante a dificuldade há quem chore, há quem venda lenços de papel..."

2- Trabalhar bem o território

Não precisas de bater muitas portas, apenas as certas... Não vale saltar portas e se tiveres que voltar atrás refazer portas ou "voltar mais tarde" vais fazê-lo... Seja qual for o território, é sempre o melhor do mundo!

Certo dia fui deixado num território inóspito com apenas 1 cliente, acabei o dia com 1 contrato.
O gerente questionou-me porque só havia feito 1 contrato, quando os meus valores produtivos eram bem mais altos...
Respondi que naquela zona havia apenas 1 cliente isolado, 100% de eficácia (lá está a atitude positiva a funcionar...)
E assim fui promovido (duas semanas consecutivas a tocar o sino, a gritar juice e a discursar pela manhã, foi quanto bastou...)

3- Boa apresentação

É a tal "imagem comercial" que falam nas entrevistas, eles fatos e gravata, elas o que lhes apetecer nos limites do "comercial"... Mas tudo vende, né?
Ter bom aspecto ajuda a que o cliente confie, um truque muito utilizado por qualquer especialista em conto do vigário, galã, playboy e sociedade trepante em geral...

4- Pontualidade*

Sempre, a organização no terreno é fundamental, para cumprir os prazos...
*Nota: A pontualidade pode ser negligenciada por motivos produtivos!

5- Estar preparado

Sempre e para tudo... Ter recursos, ser engenhoso e inventivo

6-  Trabalhar 8 horas

Pelo menos...Em geral e na prática dá umas doze horas diárias e sábados meio dia...
É precário, já se sabe... 
Significa essencialmente, não se enfiar numa tasca ao invés de vender...


7- Nunca perder a atitude


Esta é dura, sobretudo depois de passar o dia todo a levar com reclamações... A cabeça parece que vai estoirar com tanta energia negativa... Ainda assim, atitude positiva, segundo o ponto 6, pelo menos durante 8 horas...


8- Controlar todas as situações

Esta 8, confesso que é muito "à Relvas"... 

Como disse anteriormente, transversal ao quotidiano e aplicável a tudo na vida!

Acerca dos 4 Impulsos...

Lidam com o mais mesquinho do ser humano, virando-o contra si próprio forçando a chamada "venda por impulso"... 
Os impulsos são sentimentos que o promotor passa ao cliente sem que ele se aperceba.
Mais uma vez aplicado à exaustão...


Os 4 Impulsos


1- Inveja - 

Pode ser aplicado no seguimento do reash ou multiplicação dos 5 passos (No final do pitch), quando um cliente te encaminha outro e o promotor diz:  
"Aqui o seu amigo/vizinho já tem o produto/serviço X"


2 - Indiferença - 


Demonstrar que o cliente não é fundamental no sucesso do comercial se este não está receptivo, evitar o contacto visual perante ou fazer-se distraído perante argumentos negativos.
Muito eficaz...


3 - Medo de perder a ocasião -

Exemplo: Promoção espectacular, hoje a 50% desconto. 

4 - Sensação de pressa -

Nada de ficar a tomar chá, cerveja ou whisky com os clientes, a venda tem que ser apressada o mais possível, para dar a noção ao cliente da urgência da oportunidade, é agora e já! 
Olhar para o relógio insistentemente ajuda a cumprir este ponto na perfeição.

Espero que tenham gostado desta lição de "marketing precário", aqui na tasca gostamos de ajudar, evitamos a precariedade, informamos o cidadão que procura emprego, damos aulas de marketing e ainda fazemos publicidade à BF.
Não se esqueçam de deixar o dízimo à saída, a tasca agradece...


Próximo capitulo na saga Precários Inflexíveis Vs BF...


"Os 10 Nuncas"





















Sem comentários:

Enviar um comentário