10 abril 2012

O que é o "interesse nacional"?

Abril de 1912 o Titanic afundava, em Abril 2012 tudo afunda...

Sempre achei curioso a utilização da expressão "interesse nacional", como é que alguém se arroga e se auto investe de autoridade  para decidir o que é do interesse de milhões de pessoas...?

De acordo com os princípios da filosofia, sabemos que ao generalizar partimos para o erro... 
Assim cada vez que ouvimos a expressão "interesse nacional" resume-se apenas a um simples erro de generalização... Mas qual a sua forma?

Na era política Sócretina, havia os projecto PIN (Projecto de Interesse Nacional), cujo interesse era quase exclusivo da Mota Engil... 
Depois foram mais longe na designação... E inventaram o PIN +... Sempre do interesse da Mota Engil...

Como é óbvio depois de tanto "interesse nacional" deixaram de ser governo e o PIN, passou a ser uma simples bandeirinha na lapela, um broche entre membros do executivo que remetia para o implícito "interesse nacional"... Ao mesmo tempo que identifica o executivo como sendo português... 
Confesso que sem o broche em questão, teria muitas vezes dificuldade em perceber a nacionalidade do executivo, até porque a troika, não tem pátria...
É filha da pátria que a pariu!

Foi o mesmo "interesse nacional" que chumbou o PEC 4, para agora nos encontrarmos, apenas 1 ano depois, na sua trigésima reedição... E ainda pelo "interesse nacional"...

É o interesse nacional que apreende subsídios, reformas, fecha hospitais, maternidades e aumenta preços de electricidade, combustíveis e até a água senhores... Tudo no melhor "interesse nacional"!

Depois de Passos admitir que impossibilitou o acesso a 50 mil Portugueses à reforma antecipada para a qual contribuíram toda a sua vida activa, Cavaco que promulgou o decreto em tempo recorde, apressa-se a vir explicar...

"Promulgar não é concordar..." (apesar de não parecer nada discordante...), é uma questão de "interesse nacional"... 

Para quem?

Com uma presidente de Assembleia da República reformada aos 42 anos com escassos 12 mil euros mensais...
O presidente com múltiplas reformas antecipadas...
E uma série de deputados reformados antecipadamente (e chorudamente!), enquanto mantém os seus vencimentos à conta da mangedoura Portugal, distribuídos por tachos, empresas, fundações e institutos fictícios?
E quantas destas "ilustres" personalidades, zeladoras do "interesse nacional", descontaram para a segurança social o tempo e a quantia indicada para receberem tão chorudas reformas...?

Parece-me que a expressão "interesse nacional" é algo utilizado para manter uma quadrilha em funções... Onde o interesse é óbvio, mas a "nação" é composta apenas por meia dúzia de pardais que se apropriaram do bago...!

É muito triste, ouvir um presidente afirmar e tentar justificar a evidente quebra total de confiança dos portugueses no actual sistema, e insistirem na ideia desonesta de que roubá-los ferozmente e despojá-los dos seus direitos é do "interesse nacional"...

É muito fácil falar em "interesse nacional", quando se lucra com a miséria alheia...! 
Ou pensa que os Portugueses se esquecem do BPN e dos seus dividendos na SLN... Já lá enterrámos quase 10 mil milhões de euros, professor...Onde estão os meus dividendos...!?

O Bilderberg Balsemão, também regurgitou a necessidade de uma "purga" em Portugal, elogiando as reformas do executivo em pleno programa da Júlia...
Talvez o objectivo do governo seja mesmo "purgar" os portugueses de Portugal...
Garanto ao Dr. Balsemão que nenhuma purga será dada por completa, enquanto existirem bilderbergs ou programas da Júlia... Tome antes um imodium! Vai ver o que é "purgar" em grande estilo...

Fica uma imagem do que considero ser um dos principais "interesses nacionais"neste momento.

Ide, ide numa reencenação centenária do Titanic... Ou nos cruzeiros Costa... Tanto-me faz!


2 comentários:

  1. O "interesse nacional" é,resumidamente, o interesse da Banca Privada e das restantes Famílias que aparecem na lista da Forbes! O resto... é treta!

    ResponderEliminar
  2. Aí há interesse... Mas certamente, não será nacional...! Eu acho que este pessoal da governança não está bem a ver o filme! Será que eles querem mesmo que o desespero tome conta das pessoas até que a violência seja a única forma possível de sobreviver...?
    Temo muito que assim seja, espero que consigamos manter o bom senso e descobrir alternativas antes de chegar a extremismos e violência! Mesmo sabendo de antemão que o sistema tudo fará para impor as suas leis, por mais injustas que sejam, mesmo que para isso tenha que usar a força...

    ResponderEliminar