23 abril 2012

Miguel Macedo não alinha no 25 de Abril



Se atendermos à forma como tem corrido as manifestações em Portugal, com especial relevância para a "salada no Chiado" do 22 de Março... Podemos esperar um 25 de Abril animado!
E eu confesso que não sei o que me preocupa mais... Se a inflamação dos manifestantes, se o medo do sistema em assegurar-se...
De um lado vejo as redes sociais falarem em cocktails molotov... (E todos sabemos quanto a "taxa de bazófia" sobe por detrás de um monitor...)
Do outro lado, o ministro da administração interna, que vê em cada Português, um inimigo do estado, um perigoso e indiciado (ou será indignado?) manifestante...
Não é de todo mentira que os Portugueses estão fartos deste regime.
Mas será muito difícil de perceber, que discordar da vossa política é diferente de ser "inimigo do estado"?
Pela simples necessidade, de encontrar respostas para problemas, que os políticos depois de eleitos, simplesmente ignoram...
Os media, sempre ávidos de "sangue", já venderam as mensagens de "tolerância zero" por parte das polícias! (Li na imprensa cor de rosa da especialidade, que foram buscar um cão de fila à extrema direita...)
A Associação 25 de Abril não participa nos festejos oficiais do 25 de Abril, por achar que o actual executivo não reflecte os valores democráticos de Abril...
(O Vasco Lourenço é cá um exemplo para "valores democráticos"...)
A Sic notícias fala ainda da "Associação 25 de Baril"...
Parece um grupo dissidente de "perigosos foliões" de Abril e da liberdade dos cravos...
A Es.Col.A da Fontinha também agendou a reocupação do espaço para o 25 de Abril...

Entretanto a esquerda tenta-se colar à contestação...
Mário Soares e Manuel Alegre, mostraram indisponibilidade para as cerimónias oficiais do 25 de Abril, apoiando os "capitães de Abril"...

Acredito que até quarta-feira, ainda haja muitas desistências das cerimónias oficiais...

Só posso concluir uma coisa!

É muita gente junta, será muito difícil ninguém fazer asneira que acabe em "merda da grossa"!
A minha avó dizia com frequência, "muita gente junta, não se salva"...
Contem com polícias à paisana no meio de ajuntamentos de pessoas (que em breve serão proibidos...)
Nota-se o medo do executivo, que não consegue prever o que realmente vai acontecer, mas tem que dar o desconto da "taxa de bazófia da internet" e zelar pela segurança dos cidadãos...
Apesar de eu achar, que o executivo "vai fazer merda" e carregar, porque sim!

É irónico que a comemoração da revolução que trouxe a democracia a Portugal, seja reavivada no sentido de corrigir as "tropelias democráticas" dos sucessivos executivos ao longo de 38 anos...
Seria de esperar que a democracia portuguesa estivesse melhor e mais estável ao fim de todo este tempo...
Mas não está!

A intolerância democrática de quem quer à viva força permanecer no poder, tomará as medidas necessárias para que tudo continue como está...
Até criar os tumultos se for preciso, para provar que está certo...
Para em seguida em nome da segurança, implementar um regime de cacete, o recolher obrigatório, a PIDE e o raio que os parta...
A ditadura é assim, nunca se faz anunciar...
Quando damos por ela, já se instalou na sociedade de mansinho, com carácter permanente e vinculativo!

3 pedidos apenas:

Quero pedir a todos os manifestantes que se apoiem e mantenham unidos, reneguem à violência, mesmo sabendo que ela irá ao vosso encontro!
Mantenham-se seguros!

Às polícias
Lembrem-se que são cidadãos antes de tudo e que também fazem parte dos oprimidos, não faz muito sentido acatarem ordens dos opressores, pois não!?
Não faz sentido andar à bastonada com pessoas que apenas querem uma vida melhor, como aliás a própria polícia quer...

Finalmente o pedido ao executivo
Numa democracia, ter opinião diferente e defendê-la, não é nem nunca foi sinónimo de "inimigo do estado"...
O direito à manifestação, à reunião, ao protesto está consagrado na CRP, bem explícito!
Ou já não somos uma República?
Partir para a violência para poder dar asas aos vossos sonhos molhados de tumultos, não nos leva a lado nenhum a não ser o ódio generalizado... E a produtos regionais de Santa Comba Dão.
O 25 de Abril foi feito com cravos, o ódio generalizado faz "cair das cadeiras".
Já vimos este filme...

Claro que depois de ouvir Miguel Macedo diabolizar acerca das "manifestações concertadas" e organizadas...
Com gente que "publica coisas", "tem acesso a portáteis" e "ensina como se fazem as coisas"
Percebe-se que "vai haver pau" neste 25 de Abril, curiosamente chamado dia da liberdade!

Eles fazem questão de ameaçar, de incitar e promover uma violência ambicionada para poder implementar uma série de medidas para "nossa segurança" que em muito lhes facilitará a vida no futuro!
Por isso pensem bem...
O sistema precisa de usar a força!
O cidadão não precisa da força...
Basta usar a cabeça!

Mas reflictam nas imagens abaixo e vejam o vídeo, para perceber o que pensa o ministro da administração interna acerca  destes "perigosos manifestantes" que controlam a máquina mediática, coisa que eu pensava ser do domínio exclusivo do ministro Relvas...

Post Scriptum- Dia 26 vou deixar de ter televisão, obrigado!



Sem comentários:

Enviar um comentário