04 abril 2012

Frases felizes, conceitos esconchavados pela economia


O sistema (e quem dá a cara por ele), não conhece as fronteiras do ridículo!
Do quão absurdo soam as tiradas previamente estudadas para proferir e alardear nas tv´s, agora tdtizadas...

Aparece-se a defender algo e em troca o respectivo "cachet"... Não há consciência crítica de valor acrescentado para o cidadão, apenas para o próprio!

Os próprios conceitos actuais são deturpados e estropiados de forma a parecer que tudo está bem... Mas não está!

Chama-se ajuda externa à troika, consolidação orçamental a roubo, democracia a uma cruz num boletim de partidos e liberdade à perseguição económica...
Chama-se salário a uma esmola que não chega a 500 euros mensais, chama-se rendimento social de inserção a uma esmola inferior que não permite inserir nada socialmente...
Os democratas cristãos, não são nem uma coisa nem outra... De socialistas, apenas conhecem as suas sociedades (secretas e outras...)!
A EDP não é electricidade de Portugal, mas de outro lado qualquer...Tal como a PT, a RTP, CTT, TAP e águas de Portugal, são de outros lados que não este país...
O comando não é MEO, é deles... E o Continente (que era Europa) é controlado pelos EUA, que controla também a fundação Chapalimaud e agraciou Leonor Beleza com um Doutoramento Honoris causa (whatever that means), podiam fazer o mesmo ao Sócrates para acabar com as questões da licenciatura honoris causa, que o PGR se recusa a averiguar...
Chamamos procedimento normal, aos polícias caceteiros do Chiado... Enquanto gritamos que Portugal é um estado de direito, mas vamos tortos!
É crime mentir no IRS, não é crime o 1º ministro mentir a toda a hora e instante, chamam-lhe política e governação responsável...

Chamam-lhe concertação social, mas a sociedade não está claramente de acordo...
Chamam-lhe memorando de entendimento, mas também ninguém se entende...
Chamam trabalho à capacidade do individuo de falsear resultados para parecer que está tudo bem...
Chamam empreendedorismo aos contribuintes colectivos...
Chamam empregos ao funcionalismo obediente...
Chamam Caixa geral de depósitos à Caixa Geral de empréstimos...
Chamam mercados a especuladores, que são funcionalismo obediente de bancos, que deveriam mudar o seu nome para instituições de agiotagem...
Chamam economia ao despesismo e ecologia ao consumismo!
É uma luta desigual, as media wars...
Os legitimados e ungidos pelos óleos sagrados do capital, passam a mensagem aos dormentes sheeple (Sheep+people... Vulgo, "cidadão ovelha"), que como pessoas honestas que são, se apressam a cumprir e pagar as decisões "democráticas" tomadas para o nosso bem comum... So they say!

O mundo mudou, longe vão os tempos em que Mário Soares cavalgava alegremente tartarugas dos galápagos...
Hoje, ao ser apanhado na A8 a 200 km/h pela polícia, afirmou que os 300 euros de multa seriam pagos pelo estado, como qualquer bom cidadão cumpridor faria...

O PSD não se entende com os subsídios de férias e Natal que cortou... A troika diz que não mandou cortar!
O CDS (o partido da família...), considera a gravidez uma doença...
O PS em lutas internas de poder, perante um país que se desfaz a cada dia... Ambiciona ser a alternativa, que já todos vimos em acção... E continuamos a ver em medidas (pouco brilhantes e nada ecológicas) como a proibição de circular em Lisboa com veículos anteriores a 1992!

Na década de 90 também, em 94 mais concretamente lembro-me de um 1º ministro que mandou a polícia arrear forte nos manifestantes que se encontravam na ponte 25 de Abril, manifestando-se contra os aumentos das portagens...
Hoje é presidente, apenas mudou de alvo e de localização, para fotojornalistas no Chiado!
As portagens, essas já pouco importam, o preço dos combustíveis obriga a encostar o carro!

Continuam a pedir confiança e esperança aos portugueses...
Mas já ninguém confia e a única esperança é livrar-nos definitivamente de tudo isto!

Foram os "cachets" da Europa que nos até trouxeram aqui... Uma falência paga e a destruição da economia de um país em nome da prosperidade, da solidariedade e da utopia das economias sempre crescentes!

Sem comentários:

Enviar um comentário