05 março 2012

Ser profético... full time job!

Previsões que não estão nas cartas da Maya... Mas quase certas!


Escrevi aqui em Novembro, em jeito profético, que o ministro Álvaro anunciara (tal qual o canto do cisne!) a famigerada retoma e a consequente saída (ainda não anunciada...) do governo de Miguel Relvas...
Prova viva que um emigrante será sempre um emigrante (por mais livros que escreva)...
Que os pasteis, são para consumo exclusivo da casa...
E que a economia Portuguesa é "bicho que arde sem se ver..."!

Assim, o ministério da economia tutela coisa nenhuma!
Não faz sentido ter ministério ou ministro de algo que não existe... Como a economia!
Escusam de gritar aos quatro ventos que existe, que as exportações crescem, que estamos no bom caminho ou indo mais longe que a troika "Passificando" o nobel Krugman...

Pode o executivo "babar o óleo" que quiser pelas televisões e jornais, que "não somos a Grécia" ou que temos menos "desemprego que a Espanha"...

Mas a verdade é que o nosso sistema político partidário, sobrevive apenas parasitando a economia e subsidiando boa parte dela, através da mãe Europa...

O Álvaro era um inocente economista, um bobo cuja única vantagem era viver fora desta realidade bipolar siamesa de centrão...
Desconhecendo as lojas Portuguesas e os obreiros de Deus (ou do diabo!), quereria o grande arquitecto, que os fundos do QREN fossem administrados por almas mais sabedouras de como funciona a "Cosa Nostra Lusitana"...

Carne para canhão, bem picadinha, 8 meses após ser eleito...
Desautorizado, amordaçado e enxovalhado... Pobre Álvaro!
Não imaginaria ele o que seria (tentar) governar um pequeno rectângulo, no extremo da europa pejado de abutres...
Felizmente, a ultracongelação de "ovos moles", permitirá exportar o Álvaro de volta ao Canadá, sem que este perca as suas propriedades originais...

Mais uma profecia deste blogue, que não estava nas cartas da Maya...
Ser profético, é um full time job!

Sem comentários:

Enviar um comentário