22 março 2012

Portugal- Estado de (in)direito

Foto de Hugo Correia- Reuters
Patrícia Melo, fotojornalista, agredida pela polícia por estar a fazer o seu trabalho...
Em dia de greve geral, o estado de (in)direito Português, revela-se fascista, prepotente, opressor e intragável...
A polícia, essa há muito que deixou de proteger os cidadãos e apenas protege a "propriedade privada"!
A notícia aqui...

Mas houveram, muitos mais incidentes em dia de greve geral...

Segundo as declarações da Patricia à Sic notícias, o Zé (jornalista da agência Lusa), foi para o hospital, de cabeça aberta...

Aconteceu no Chiado, onde o preço do metro quadrado, é demasiado elevado para acatar distúrbios de indignados ou contestação...

Deve ser mau para o turismo...
A solução... É bater no cidadão!






Já no Porto o estado novo (de novo!?), decidiu colocar os polícias à paisana no meio dos manifestantes que esperavam o Sr. dos Passos na reitoria...
Os paisanas começaram a distribuir pancada, sem quê nem porquê...
Foram feitas as identificações e as detenções consideradas necessárias, mas para quê?
Se quem deve garantir a segurança, garante apenas a insegurança...



Lamentável, o odor salazarento deste regime podre...!

Sem comentários:

Enviar um comentário