29 fevereiro 2012

O paradoxo de Krugman para Portugal


O guru da economia, com o selo de qualidade do sistema "Nobel", veio a Portugal dar a solução para a crise financeira...
Krugman é um economista tão conceituado, que inclusivamente deu duas soluções para Portugal!
Uma má e outra pior... Ficar tudo como está para pior ou sair do euro!

Primeiro a má solução, que já vamos conhecendo... Fica tudo como está para pior!

A inevitabilidade do euro, andarmos ao sabor da Alemanha, de sermos escravizados por decreto, à medida que o tempo passa, pagando mais por menos...
As pesadíssimas burocracias da Bruxelândia, as infinitas cimeiras do euro, a dívida, o défice, o desemprego e as austeridades...
Pagando muito mais por muito menos... Ou nada mesmo!
A isto soma-se (ou diminui-se) 30% de redução dos salários face a Alemanha...
Seria bom, se os alemães ganhassem 3000 e nós portugueses, 2000 euros mensais...
Mas Krugman, deve estar a pensar mais em 4000 na Alemanha e 300 euros em Portugal!
Basicamente, a má solução é deixar tudo como está, mas pior...
Rumo ao IV Reich e à 3ª guerra mundial...

A outra solução, porventura pior:

Sair do euro e refundar nova moeda, que imediatamente desvalorizará 30 a 50% (senão mais), haverão menos carros nas ruas, mas mais emprego...
Todavia a deflação será terrível...
As sucessivas desvalorizações do escudo no passado, deixaram Portugal sobre inflacionado na prisão do euro...Cheio de inevitabilidades!
Mas segundo Krugman... Não somos a Grécia! Mas para lá caminhamos...

Krugman acaba por confessar, que mesmo sendo contra a austeridade, não faria muito diferente de Passos e Gaspar...
Se daqui a um ano não houver melhorias... O FMI vai exigir mais austeridade, Portugal tem que dizer não ou bater com a porta do euro... Admitindo a 2ª solução como a inevitabilidade!

Na visão economicista dos assuntos, existem apenas duas soluções, a má e a pior...
Numa visão universal, existem infinitas soluções!
Lamento, mas o universo não se esgota na economia, num Nobel ou numa moeda...
Não há inevitabilidades, só logro e muito roubo!

Ide, ide ler o guru Krugman, sobre a tugolândia...

Sem comentários:

Enviar um comentário