13 janeiro 2012

Como fazer a Revolução económica ? Pacificamente, claro!

São conhecidas as manobras do (ultra invasivo) sistema Orwelliano...
Mas, como combatê-lo na vertente económica, pacificamente?

Vivemos num mundo, onde, o pagamento atempado dos juros bancários, é o suporte (deveras frágil...) de todo o sistema.
Para isso os bancos emprestam "generosamente" e cobram (de forma igualmente generosa) juros... Sobre a sua generosidade!
Enquanto nós (generosos também...), contribuirmos para esta gente, tudo continuará...

Por mais injecções de ziliões de dinheiros que se dê...(Que empilhados, dariam a volta ao planeta várias vezes...Apenas, para inflar o universo vazio do crédito!)
Os mesmos dinheiros, que nunca ninguém viu... Porque simplesmente, não existem...!
E anda o mundo, de volta disto...
Gente que inclusivamente diz: "Sem dinheiro não se vive e tal..."
Não!?
Vive pois...

Partindo do pressuposto, que o dinheiro, não existe! Uma realidade, no mundo do crédito infinito...!

Pensa no que podes dar aos outros, em troca daquilo que queres para ti?

Papeis coloridos... Ou o teu melhor!
Se é certo que os papéis coloridos, trazem uma (falsa) sensação de segurança e conforto...
Não podemos deixar de notar que as pessoas estão longe de dar o seu melhor...
E quanto mais longe estiverem de dar o seu melhor... Mais "papeis coloridos" recebem!
É paradoxal...

Tudo isto acaba, quando deixarmos de contribuir para o sistema...
Se reduzirmos o "consumo oficial", aumentando o "comércio livre", temos uma revolução económica...

Forjar relações de parceria na comunidade, venda a dinheiro, troca directa, trocas de géneros e evite os grandes centros comerciais e hipermercados...
Poupará dinheiro e também combustível!

Ofereça os seus serviços...
Ponha o seu saber ao serviço da evolução da sociedade! Se todos o fizerem o mesmo poderemos almejar algo mito melhor para todos!

Cultive o seu jardim, horta, pomar... O que quiser... Mas cultive!
Ensine outros a fazê-lo...
Armazene água da chuva para regar plantas... Rica em oxigénio e boa para as plantas.
Água é fonte de vida!

Não assimile tanta TV/ Jornais... O bombardeamento informativo é prejudicial à saúde!
Conviva mais com quem o rodeia, pessoalmente.
Largue o facebook...

Vá passear,
respire fundo várias vezes,
olhe para o céu,
oiça os pássaros,
plante uma árvore,
contemple o horizonte e a natureza!

Faça algo que lhe traga felicidade e prazer...Sorria ou ria desbragadamente!
Pense naquilo que quer, nos seus objectivos, nas suas metas... Idealize, sonhe, visualize e concretize!
Nada nem ninguém o pode impedir de fazer...

Desobedeça ao injusto, ao persecutório, insurja-se!
Deixe de reconhecer a mentira,a hipocrisia e a sujidade...
Seu eu não me governar, quem governará por mim...? (slogan em forma de trava línguas)


Seja pacifico e ignore...
Concentre-se apenas em vibrações positivas...e escute-se!

Diga-me... O que vê?
O que ouve?
Mas sobretudo... O que sente?

2 comentários:

  1. Oi Tiago, gostei bastante do teu texto, tenho pensado muito ultimamente em um modo de ajudar a revolucionar o mundo e dar acesso ao maior número de pessoas a esse tipo de pensamento...
    Se quiser da uma olhada no meu blog tb.
    http://glomers.wordpress.com/

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela sugestão...;)

    Cumprimentos

    ResponderEliminar