31 janeiro 2012

Análise Farplex ao 1º mês de 2012


O pagode continua incessante... 2012 completa o seu 1º mês!
E o sistema político económico e social, já só está "preso por arames"...

O sistema político vive essencialmente da produção de novos-ricos e consequente eleitoralismo (com todos os outros "ismos" que advêm deste...) tornando a causa pública na "sua casinha"...
E instalando-se com carácter permanente nos destinos da nação! 
Veja-se o Presidente da República...E a restante corja do Cavaquistão que orbita pelo poder, a par com  mais umas 4 ou 5 gerações de abutres...

O sistema económico vive do BCE e de Bruxelas...
É fácil perceber o porquê, de mandarem alguém à televisão, dizer a cada 5 minutos, que o memorando da troika é para cumprir e a dívida é para pagar...
Senão fosse assim, estas inutilidades públicas não comiam...Um alerta dado pelo próprio presidente, ao falar da(s) sua(s) reforma(s)...
Ora, se o nosso sistema económico é pago por Bruxelas, é mais provável apanhar um político a defender o seu salário na Bélgica, do que um simples português em Portugal...
Outra coisa que não percebo, é o Banco de Portugal não ter as mesmas regras (e salários...) que os restantes funcionários públicos...
Defenderam-se dizendo "é de lei...", o governo não mexeu uma palha... Tudo igual! 
O BdP presta contas apenas ao BCE...
Então, talvez fosse uma boa ideia mudar o nome para BCEP (Banco Central Europeu Português)...

O sistema social está ao rubro, as pessoas juntam-se por toda a parte, manifestam-se, reivindicam e exigem...
O estado corta tudo ao povinho, agrilhoando-o ferozmente... 
Rumo a uma reedição rasca do Estado Novo...
Saúde, educação, emprego, protecção social, transportes, direitos civis e a infâme justiça...
Tiram tudo a quem nada tem...

A 31 de Janeiro abriu o ano judicial de 2012... foi um pagode mediático absoluto!

Mais um ano sofrível para a justiça Portuguesa, minada por tantos Isaltinos quanto a memória assim permita... Estes que além de comprarem as suas posições, manipulam e compram igualmente todo o sistema judicial.
Empregam a família, os amigos e a família dos amigos...
E continuam...Impunemente à nossa custa... Mas pagos por Bruxelas!

Portugal é um país maravilhoso, onde pode enriquecer bastante, criando para o efeito, leis a granel!
Visite-nos... 
Mas 1º ouçam o discurso do Marinho Pinto na abertura do ano judicial 2012.
Escolheu mal a plateia... Mas o recado passou, por todo o lado...!
Foi um pagode...  Para todos nós, descrentes do sistema!



Sem comentários:

Enviar um comentário