28 dezembro 2011

Vem aí a Casa dos segredos 3


A ERC, entidade reguladora da comunicação, funciona como qualquer outra entidade de regulação...
São pagos para regular e a única coisa que regulam são as mordomias e o tachinho, pensem na ERSE que (des)regula o sector energético...!

Ao que parece, o Reality show da TVI na Venda do Pinheiro, está a motivar diversas queixas dos telespectadores pelas alegadas cenas de sexo com que os prisioneiros da casa dos segredos 2 nos presenteiam...
É o que dá passarem o dia todo a ver o Canal 12 do MEO...Experimentem os "lesados de morte nas suas convicções" mudar de canal, bloqueá-lo ou deixar de ver TV!

Sabendo que o factor crítico de sucesso destes programas televisivos é a polémica gerada em torno dos comportamentos dos prisioneiros, escolhidos só Deus sabe através de que critérios...
Eu diria que a 2ª edição deste formato é um sucesso!

Quer-se goste ou não (de sexo!), não vejo ninguém reclamar, quando passam as esbeltas da Victoria Secret, de asinhas e lingerie, os já míticos filmes do canal 18, um sem número de pimbalhadas com as peles à mostra, os casos de violação, pedofilia e as aventuras sexuais de Strauss Kahn ou Berlusconi...

Trata-se então de gente insatisfeita com a sua própria vida sexual, com pruridos e pudores vários unidireccionais!
A ERC lida essencialmente com um certo grau de frustração sexual...

Questiono-me se esta gente que reclama, ainda acredita em teorias criacionistas ou na geração espontânea???

Caso não saibam, foi um acto sexual que os fez nascer...
Se calhar também deveríamos ter feito queixa num organismo qualquer a impedir a consumação do acto em sede e tempo próprios...

Se estivesse prisioneiro 3 meses numa casa com mais 1 dezena de exemplares femininos, talvez me desse para passar muito do meu tempo disponível a irritar telespectadores e consequentemente a ERC...

Para TVI, esta edição foi um sucesso, que marca o retorno da incontornável Teresa Guilherme ao formato ideal à sua persona!
Algo me diz que uma 3ª edição estará para breve...

Sem comentários:

Enviar um comentário