05 dezembro 2011

La Bella Italia


O Eurostate quer aniquilar os clássicos Greco-Romanos.
Depois de ver a Grécia a afundar de forma agonizante, eis que a Itália lhe segue as passadas...
Depois de ultrapassar a "infâme" barreira dos 7% de juros, foi um chover de notações negativas, um 1º ministro demissionário e um novo 1º ministro não eleito!
Mario Monti, que vem directamente da Goldman Sachs, para administrar a Itália...
E achamos normal um "representante bancário", chefiar um País, aprovando os negócios mais sórdidos que se possam imaginar, de lesa Pátria...
O Mário que é esperto, trocou a eleição democrática, por abdicar do seu salário de 1º ministro!

Mas se pensarmos que Mario Monti já é pago pela Goldman Sachs, para "administrar" a Itália (um País, imagine-se a insanidade desta gente, na mão de um "caixa de banco"!) e que aprovará um "pacote de ajuda" que enterrará a economia italiana de vez...
Certamente o Mário terá uma "pequena" comissão no valor do empréstimo a efectuar à Itália e partirá rumo ao por do sol, depois de aprovar este belo negócio... Operação "La Bella Italia"!

Claro que chegou, anunciou todas as austeridades e mais algumas...
Uma ministra começa a chorar durante o anúncio de cortes aos pensionistas...
E o pagode mediático ficou completo!
Todos puderam concluir que as austeridades são inevitáveis (ou não...!), para a Itália!

As soluções aplicadas são invariavelmente as mesmas que precedem um qualquer regime totalitário, autoritário, impositor e controlador...

A verdade é que esta tragédia económica fictícia, vai acabar brevemente...
Assim que percebermos que somos livres...!

P:S- Houve aqui uma pequena confusão de Mários, legitima por sinal... Ambos vieram da Goldman Sachs, o Monti para Itália e o Draghi para o BCE ... Está tudo minado! E não é de Mários...

Sem comentários:

Enviar um comentário