27 dezembro 2011

Farplex revitaliza a economia- O tudo do "nada"...


Todos sabemos que o papel impresso, que governa o mundo, vale menos, que uma mão cheia de nada...
A mão sempre vai dando jeito a uma pessoa... Ou outra!
O dinheiro tornou-se a inutilidade mais valiosa de sempre...
Como existem pessoas por todo o mundo encarregues de divulgar o poder do NADA, sentimos todos que estamos a ser muito prejudicados quando nos falam de austeridades, enquanto nos negam o direito ao "nada" que nos permite sobreviver...

Sabemos também que o "nada", é gerado automaticamente a partir de outro "nada", e que cada "nada" se aglutina num Mega "nada"... O que é basicamente...nada!

São muitos, os estranhos comportamentos e reacções nas relações intra específicas da humanidade, derivados da quantidade de "nada" que cada indivíduo tem... A não ser claro a sua própria individualidade, garantia vitalícia e com "certificado de originalidade"!

Partindo deste pressuposto o Farplex tenta reinventar a economia Portuguesa:

A economia não pode crescer eternamente com base em "nadas".
Todos vendem tudo por "nada"...
E os EUA dizem que os seus "infinitos nadas", valem mais que os "inexistentes nadas" da UE...
Se é certo que criam "nada", por tudo e por nada...
Mais valia distribuir o "nada" por todos... Como é óbvio, a troco de nada!
Todos receberiam os mesmos nadas, para administrarem a seu belo prazer, enquanto desfrutam de acesso ao que de melhor tem a ciência, tecnologia ou técnica.
Cada individuo realizará o seu potencial sem precisar de "nada" extra...
E assim em paz de espírito absoluta, fluxos de informação de uma energia Universal que se está a expandir surgem a partir do "nada"...
Para eliminar o "nada" e transformá-lo no TODO...!

Nada a fazer... Passos, acorda pá?...;-)

1-Arranje uma forma de Portugal imprimir "nadas" ( o "nada" é a moeda da moda...)!
2-Crie-se um banco estatal ( Que não será difícil de fazer...Ou assimilar!) e através dele dar acesso a todos os cidadãos a verdadeiras mãos cheias... de nadas!
3-E finalmente... Não dê mais conferências, comunicados, entrevistas, dicas, bitaites, mensagens de Natal ou Ano Novo, quando for para falar de "nada"...
Fica-lhe mal falar por "nada"...
4- E mais importante... Distribua os "nadas"pelos cidadãos a troco de nada!
...
5- Antes que V.Exa pense mudar o conceito de "cidadão" da Constituição (da palhaçada do "nada"), pense e reflicta na possibilidade de toda a Humanidade ser cidadã de um planeta...
Sendo Portugal uma porção representativa da espécie humana, com relevância histórica cultural, muito influente, na construção de uma identidade planetária da Humanidade.

Inovações tecnológicas de relevo:

Teletransporte
Energia sustentável
Informação personalizada
Consciência global

Cada vez mais nos (com)portamos como uma "colmeia"!

Do que é que precisa (mesmo!) neste momento?

Pense no que quer e como quer, visualize... E não deixe o "nada" toldar- lhe a visão...
Não se atrapalhe por "nada", muito menos por tudo...!

Baby don´t worry about a thing...
Cause every little thing gonna be alright...

Sem comentários:

Enviar um comentário