05 agosto 2011

Pessoas "especiais" com necessidades "especiais"...


O "Super ministro especial simplesmente Álvaro", (doravante designado SmesA), justifica os elevados salários do seu ministério (Economia e (Des)emprego) como prémio pelas capacidades extraordinárias de PES (Percepção extra sensorial, nada de jogos de futebol para consolas...E agora "Plano de Emergência Nacional"), malabarismos e contorcionismos vários (devido à total ausência de espinha dorsal), conivência (ou obediência?) absoluta com lobbies vários e permanente engorda do estado!
Portanto aqui vai uma missiva Super especial...

Caro SmesA:
Ninguém tem nada contra que o mérito seja reconhecido, pena é ser apenas reconhecido em boys por outros boys e não seja extensível e transversal ao resto da sociedade Portuguesa.
Como quer o SmesA que a economia de consumo avance e que a produção nacional aumente, se a nossa economia produtiva é baseada essencialmente na premissa de uns vergonhosos e "Europeus" 485 euros mensais?
O que torna o seu staff tão especial meritório de no mínimo 10 vezes esse valor?
Dirá o caro SmesA que o membro do staff em questão valerá por 10 Portugueses...
E como tal fará parte de 10 % da população Portuguesa que não sente crises nem austeridades...
Sensivelmente 1 milhão de Portugueses!
Então governe-se com os impostos de 1 milhão de cidadãos "especiais" que merecem o seu apreço, porque pelas suas políticas "castrantes" os outros 9 milhões estarão a emigrar neste preciso momento...
Para fugir das suas pastas de economia da treta e (des)emprego.
Se quer falar de Europa em Portugal, dê direitos Europeus aos Portugueses, seja solidário com todos e lembre-se porque é que um dia emigrou...

Assinado: Um Super especial cidadão Português igual a outros 10...desculpe! 9...hum 8 999 999 Super Especiais Portugueses

P.S- Compreenda que para se ser Português, em Portugal, terá forçosamente que ser Super Especial!

Sem comentários:

Enviar um comentário