15 maio 2011

Pintelhices... ou Pentelhices???


De pintelho (ou pentelho...?) em pintelho se faz a política em Portugal... E a campanha eleitoral "troikista" dos 80 mil milhões não é excepção...

Eduardo Catroga "raposa velha" do PSD, disse pentelho na comunicação social... e foi o bastante para eclipsar a "raposa velha" que aparecia em tudo o que é sítio... jornais, televisão, blogues, apareceu-me uma vez num pacote de cereais (o Catroga, não o pintelho, credo...) e ia jurar que o vi uma vez nas borras do café (Talvez tenha feito confusão... Poderia ser a Nossa Sra de Fátima...)!

Concluindo, um simples pintelho (ou pentelho) fez desaparecer o Dr. Catroga... Feito impressionante para um pintelho, dado que muita gente teria tentado anteriormente fazer desaparecer este personagem sem sucesso!

Outro especialista em "fazer desaparecer" é aquele deputado do PS com uma madeixa branca à Cruella Deville, Ricardo Rodrigues, o que abafou dois gravadores de jornalistas que o entrevistavam... Infelizmente para nós Portugueses, esta façanha não o fez desaparecer, já os gravadores...!

Quem desapareceu foi o Manuel Pinho (corno), visto ser de mau tom imitar animais com chifres ou o próprio belzebu em plena assembleia da república... Talvez por isso e no sentido de domesticar as hostes o seu chefe máximo, Zé Trocas-te, tenha dito que a tia de Louçã era "mansa", talvez em tom de elogio à docilidade da criatura... Habituados que estão a bovinidades...

Ora depois desta exposição podemos facilmente concluir que a política em Portugal é feita de pentelhices, por pintelhos e para pintelhos... Não vejo qual o escândalo da Sra Catroga dizer que tem vergonha de passear com o Dr Catroga na rua... (Um conselho Dr. Catroga, avie-se duma caixinha de comprimidos azuis e fará as delícias da sua senhora... Vai ver como ela o perdoa que é um instante!).

Se o Dr Catroga tivesse anexado ao pintelho a imagem acima, certamente ninguém se teria importado, pois trata-se de um pintelho com estilo, asseado, enquadrado num  ambiente controlado... Não um pintelho selvagem e desmesurado...

E assim de repende Portugal ofendido, vexado e humilhado por um pintelho, uma pintelhice... Não vejo qual a admiração, se os políticos não tem sequer sentido de estado, como poderão ter pose de estado?

Como diria o Nilton... Bela merda que estás a fazer...Preocupares te com pintelhos... Bela merda, não gosto nada de pintelhos!

Sem comentários:

Enviar um comentário