30 maio 2011

O pepino proteccionista





Na Alemanha, uma dezena de pessoas morre (Soube agora que existe uma 11ª vitima, uma senhora com 90 anos... Ou do pepino ou da idade, morreu!), com uma intoxicação alimentar provocada por E. Coli presente nuns pepinos presumivelmente de origem Espanhola...

A Europa tem destas coisas... Somos todos amigos...Mas,  "amigos amigos, negócios à parte..."

A Alemanha, aquele País que comanda a Europa contra a sua vontade, num IV Reich económico, pátria do BCE e que só aumentou as suas exportações, equilibrando a sua balança comercial depois de "obrigar" carinhosamente todos os estados membros a comprar in mutter Deutchsland... Vem agora dizer que o pepino Espanhol é fraco e contaminado, com E. Coli, veja-se!!!

Tenho algumas reservas contra esta notícia...
No meu entender é apenas mais um prenuncio de medida proteccionista, de mais controlo do codex alimentaris e limites à livre circulação, tão ambicionada quando dava jeito à mãe Alemanha!!!

Como se identifica a nacionalidade de um E. Coli?
E. Coli comunica entre si em alemão ou espanhol? Poderá ser uma E. Coli bilingue?
Certamente não estará explícito no código genético de uma bactéria...
Como provar que é Espanhola ou Alemã?
Será que o pepino teria sido utilizado com outros fins mais ligados à sua forma fálica em vez uma belíssima salada e no processo a E. Coli "apanhou boleia"?


A Alemanha, esse País zeloso das suas saladas (Mas sobretudo da sua economia), já meteu também ao barulho os tomates espanhóis (Ai a tomatina...)!
Questionando também a saúde dos mesmos e a potencial contaminação por E. Coli! Se andaram perto do pepino no processo, já não digo nada!

E mesmo a entrar no mês dos Santos populares, esta Europa podre quer nos privar de umas belas saladas que tão bem acompanham a sardinha assada, a broa e o tinto!!!
Enquanto houver horta e quintal, não há Europa, E. Coli ou Codex Alimentaris que me prive do que quer que seja...

O ataque à Espanha começou... Façam as vossas apostas!

1 comentário: