17 agosto 2010

Saudades...


Tenho saudades, palavra única no mundo para designar um sentimento de falta de algo ou alguém...
Camões já falava na saudade, talvez não das mesmas saudades que eu... Camões teria saudades do seu olho!!!
Já eu nem por isso...
Penso nos lugares onde passei, nas pessoas que conheci, nas loucuras que cometi...
Tudo isso me deixa saudades e uma nostalgia imensa... Mesmo assim será uma nostalgia diferente, umas saudades diferentes daquelas que sinto hoje...
Olho para trás com o sentimento de uma vida bem vivida até aqui... Talvez bem vivida demais, que me fez rir muito, aprender, asneirar (verbo sinónimo de "fazer merda"!!!), mas mesmo quando tomei decisões infelizes e que correram mal, consigo me rir das mesmas da mesma forma que as decisões correctas...julgo que é esse o peso do tempo sobre as coisas!!!
Seja como for, por mais que um dia não dê para perceber tudo o que nos acontece de bom ou de mau no presente, um dia qualquer no futuro tudo fará um belíssimo sentido...
Tenho saudades de todas as pessoas com quem partilhei algum tipo de história, conversa, sentimento, ou um simples "olá", pessoas que sem querer mudaram o rumo da minha vida e que pareciam brotar por entre as pedras nas piores alturas...
Nunca estive só, embora muitas vezes pensasse que sim... Obrigado a vocês todos, porque se alguma vez na minha vida tive o prazer da vossa companhia, não importa quando ou onde, isso contribui para a pessoa que sou hoje e de alguma forma o devo a vocês...
Tenho saudades de tudo e todos, da Vitela assada no forno de lenha, do leitão à Bairrada e dos rojões da tia Clotilde...
Tenho saudades de familia e amigos, que fui deixando pelos sitios onde passei...
Saudades de Lisboa, de Sever, de Albergaria, de Viseu, da Suiça e muitos outros sitios onde passei e que amei...
Tenho saudades...mas vou matá-las!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário