05 março 2010

Matemática "à la Governo"

O cenário é a Greve geral da Função Pública do dia 4 de Março de 2010...
Os sindicatos falam em 80% de adesão...
O Governo fala em 13%...
Que as contas das greves nunca batem certo, também não é novidade para ninguém...
Mas na impossibilidade de traçar uma média aritmética entre dois valores de discrepância óbvia, podemos assumir que:

80% aderiu à greve

13% é o número de funcionários que se apresentaram ao serviço (O governo trocou a expressão "aderir à greve" por "comparece no serviço"!).

7% (o restante) continuam desaparecidos dos serviços...

Sem comentários:

Enviar um comentário