11 março 2010

Divagando em mim mesmo!

Muitas vezes questiono-me acerca da minha personalidade em relação aos outros...
Nunca consegui muito bem perceber como é que aqueles que me rodeiam me vêm!!!
Sou fruto de uma infância (quase) feliz, de uma adolescência conturbada com os modelos errados e de uma vida de adulto que quase sempre tive, mas que nunca quis assumir...
Olhando para trás, consigo perceber que muito do que vivi, foi absolutamente necessário para me tornar na pessoa que sou hoje!
Duvidei de muitas coisas e de ainda mais pessoas, mas nunca duvidei de mim... Da capacidade de trilhar um caminho desconhecido...
Esse caminho foi sempre sinuoso e cheio de obstáculos, penedos enormes, plantas espinhosas, mas a verdade é que sempre existiu uma luz à frente para indicar o caminho...Podes não saber para onde vais, mas vais!
A minha vida hoje é muito mais fácil do que era... Ou do que já foi, talvez por isso consiga dar valor ao que tenho hoje!
Sou feliz e no fundo sempre fui, porque de uma forma estranha tudo o que eu desejei ao longo da vida concretizou-se, mesmo quando tudo parecia ruir em cacos, mesmo quando era impossível fugir!
Prezo a minha inteligência, a minha intelectualidade e acho que isso vale muito mais do que o meu aspecto, o carro que conduzo ou as roupas que trago vestidas... Talvez por isso a sociedade de hoje me revolte tanto!
Lutei bastante para ter coisas que outros tem como certo... Coisas simples como um curso, um PC, ou um carro!
Tenho 30 anos, não tenho nada, nem dívidas, sou pobre financeiramente, mas rico de saúde e de espírito!
Acima de tudo sou feliz... E sei que daqui para a frente as coisas serão sempre melhores!
Porque a vida foi sofrida, porque me lembro de ter dormido numa cama velha de ferro, num quarto com o chão em cimento, sem persianas ou cortinas e com uma porta partida.
Ir para a escola com os sapatos rotos na sola por onde entrava água ou não ter meias para vestir!
Porque já vivi sem dinheiro e sem comida...
Mas já não vivo!!!
Portanto o facto de não estar vestido com a última moda, andar de BMW ou ter um IPHONE... Não é para mim motivo de preocupação!
Tive sempre pessoas boas que me ajudaram muito nesta caminhada, pessoas que me deram muito em troca de nada... Amigos!
Sou e serei sempre abençoado com a estrelinha da sorte, que até hoje nunca me falhou...
Fica o desabafo!

1 comentário:

  1. Que essa estrelinha da sorte te continue a acompanhar porque bem mereces!

    Estive a dar uma olhadinha no teu blog, pelo qual te quero dar muitos parabéns! Achei este post excelente pela simplicidade e pela sinceridade que transparece! Muito Tiago Mouta mesmo! :)

    Beijocas muito grandes,
    Isabel Faro

    ResponderEliminar