15 março 2010

60 dias, 60 noites de silêncio absoluto...


Depois de mais um "animadíssimo" congresso do PSD, desta vez em Mafra, posso concluir que a "secção política laranja" ensandeceu de vez...
Fernando Costa autarca das Caldas, deu um verdadeiro show de "política popular", mas em português correcto, ao invés do habitual "politiquês" practicado pela classe...
O seu discurso foi uma espécie de falo (como aqueles que se produzem nas caldas...), que sodomizou "a seco" muitos dos militantes do partido, à excepção de Passos Coelho que parece ser o preferido (pelo menos nas Caldas!!!).
Deste modo, Passos Coelho reforça a sua posição na corrida à liderança do partido, almejando já um potencial salto para 1º ministro...M-E-D-O!!!
Mas o que mais me surpreendeu neste congresso do PSD foi a votação de uma lei interna, que inibe os militantes de "criticar" os candidatos 60 dias antes de um acto eleitoral!!!
Esta medida não seria nada estranha se vivéssemos na idade Média, ou numa ditadura Fascista ou Comunista...
Como estamos no séc.XXI Idade dos Media e numa ditadura Capitalista, então para a frente com a lei do silêncio...
A mesma gente que reinvindica a liberdade de expressão, suprime a mesma aos seus militantes, por 60 dias...
Além de atirar descaradamente pessoas como o Prof. Marcelo e o Pacheco Pereira para o desemprego, esta "quaresma" do silêncio no PSD prova que no partido mais importante que a qualidade do líder é o fenómeno de ganhar eleições...
Assim sendo, se um qualquer asno for o líder do PSD ninguém poderá abrir a boca até o bicho se submeter a sufrágio... Se o bicho se enganar, tomar as medidas mais escabrosas ou fizer a maior estupidez jamais pensada, ninguém poderá interferir corrigindo a trajectória da pobre criatura sob pena de comportamento crítico que lhe pode valer a expulsão do reino Fascista Laranja...
No PSD ser intelectual, emitir parecer ou opinião passou a ser crime... Só é admitido o "modo ovelhístico alinhado com a liderança"!
E pensar que há gente que quer estes tipos no poder... Se fazem isto dentro do partido, imagina quando governarem o País... VADE METRO Satanás...

2 comentários:

  1. Tiago, acompanhei o Congresso com grande interesse e sendo a favor de uma liberdade de expressão, aceito e entendo esta "lei da rolha". Sou a favor que as pessoas tenham criticas no sentido de melhorar e também não acredito que quem propôs esta "lei" o faça só para calar os pseudo inteligentes do Partido. Vejo-a (lei) mais para preservar a união dentro do partido e que lutem todos pelos ideais do Partido.

    ResponderEliminar
  2. Eu compreendo a necessidade de unificar o partido, mas com esta lei está se a abrir um precedente muito perigoso!!!
    Imagina o que vai ser quando alguém opinar desfavoravelmente...
    Podem exonerar-se adversários e/ou facções do PSD!!!
    Enfim, muitos blogs passarão a ser anónimos.
    É um precedente deveras perigoso...
    Apesar de compreender o princípio infantil com que foi criada esta medida...

    ResponderEliminar