19 janeiro 2010

Análise "esmiuçativa" da situação (infeliz) do PSD




Todos sabemos qual a situação actual do PSD, Manuela Leite, continua à frente dos destinos de um partido que está um caco... A sua "política de verdade" (que pode ser confundida com a total inabilidade de lidar com os media actuais ou com as luzes da ribalta..), não vingou... E brevemente o partido laranja pedirá a sua cabeça numa bandeja de prata, quem se seguirá???

Pedro Passos Coelho

Ganhou exposição ao perfilar-se como candidato à liderança do PSD, mas não lhe é conhecido qualquer mérito político (a não ser o facto de ser excluído por Manuela F. Leite nas últimas eleições... Não sei se conta!).
Preconiza a mudança, mas Camões também escreveu sobre isso há já 500 anos, não sendo portanto novidade...
É de uma ala do PSD verdadeiramente à direita, não ficaria mal no CDS-PP, se não existisse lá um tal de Nuno Melo...
É a geração "Yes we can" do PSD, muito equivalente a Sócrates no PS, é um político show off, de propaganda e espectáculo...

Marcelo Rebelo de Sousa

Alheado várias vezes dos meios de comunicação social, gosta de criticar tudo e todos, mas não gosta do reverso da medalha, ser criticado, só se candidata com o consenso do PSD... Com este argumento, não se candidata, ponto!
É um teórico, nunca um "action man" capaz de liderar o PSD a grandes mudanças e intervenções...

Santana Lopes

Mais um "return" do mestre do regresso Sebastianista, Santana "força" o congresso do PSD com petição... Desempenha um papel fundamental na política deste País, mas nunca para liderar...
As suas passagens são periódicas, tal qual um cometa, mas da mesma forma que aparece, também desaparece...
Foi condecorado por Cavaco Silva recentemente, como todos os anteriores 1º ministros, pelo seu brilhante contributo ao serviço da Pátria...durante 4 longos meses...Uma prendinha do Avô Cavaco na tentativa de dissuadir Santana!


Paulo Rangel

Não se assume como candidato, mas distribui sorrisos e ideologia pelos 4 cantos do País, na esperança de ser aclamado pela "massa laranja" como o líder natural do PSD...
Ganhou exposição suficiente na bancada parlamentar do PSD e com essa exposição ganhou as eleições Europeias contra um "extremamente infeliz e amorfo" Vital Moreira, não ganhou por mérito próprio, mas por demérito da oposição...
Como encabeçou uma vitória para o PSD (coisa rara...), acaba por se tornar no herói das "massas laranjas"...

Aguiar Branco

A bancada parlamentar também ajudou este Sr. tal como o Soldado (raso) Rangelis... Também o próprio ambiciona o lugar cimeiro do PSD, mas para já não passará daí...A "massa laranja" não o reconhece como líder, nem do partido, nem da bancada parlamentar...

Alberto João Jardim

Goste-se ou não, este Sr. terá sempre uma opinião acerca do PSD e como no contenente "não o gramam", não se chega à frente...
A verdadeira razão é que sempre interessou a Jardim ser o "outsider" que negoceia com PS e PSD, os subsídios para a ilha, que agora está bastante individada, podendo mesmo afundar se Sócrates não enviar uma bóia de salvação de milhões de euros!

Pacheco Pereira

Confesso que nutro alguma simpatia pelo Pacheco Pereira, talvez por ser um mártir nas bocas de tantos, talvez por ser o deputado mais à esquerda do PSD que eu conheço, porque apesar de ser de direita o aspecto será sempre de um inegável Marxista...
É um intelectual, diferente de Marcelo no estilo, mas idêntico na ausência de decisão que produza a mudança necessária ao PSD!
Não reúne consensos necessários para ser líder partidário...

Marques Mendes

Não está à "altura" do desafio de mudar o PSD, já foi líder do partido e foi muito fraquinho como tal... O regresso a esta personagem será adiar o inevitável, a escolha de um líder!

Francisco Balsemão

Vai "apadrinhando" uns e outros (uns mais do que outros é certo...) na esperança de salvar o PSD, duma disputa interna ínfrutífera e muito prejudicial ao equilibrio democrático Português...

Resumindo, Sá Carneiro idealizou um PSD bem diferente e bem mais dinâmico do que aquele que temos hoje, o novo líder deverá primeiro ler "a cartilha" de ideologia que originou a criação do PSD e interiorizá-la, pois é um argumento de peso... (invocar a memória de Sá Carneiro também ajuda...)!
Os nomes que apresentei, foram apenas alguns que achei pertinentes (pertinentemente interessados no lugar!), como presumo que o futuro líder eleito,será oriundo de uma qualquer Câmara municipal e não consta desta lista de potenciais interessados...
Agora, adivinhem lá qual é esse município!

Sem comentários:

Enviar um comentário