26 junho 2009

Blasfémias.net


Seja qual for o partido eleito, o Português médio perde... E perde porque o interesse dos partidos, não reside no progresso do país ou das melhorias sócio económicas dos eleitores, reside sim, na sua subsistência nos lugares cimeiros de S.Bento e da Europa!!! Isto é ponto assente.
O 25 de Abril, apenas permitiu algumas liberdades aos cidadãos, mas o sistema, permaneceu inalterável, porque as leis criadas por legisladores dúbios, permitem múltiplas interpretações escondendo "backdoors" e casos omissos que permitem a qualquer individuo com um bom advogado fazer tudo o que bem entende e não ser responsabilizado por nada...
A criação de leis deveria num estado democrático de direito (como diz ser o Estado Português), ser regido primeiramente pelo principio da igualdade e em seguida, aplicável a todos os Portugueses... O que acontece é que quem legisla fá-lo em seu benefício próprio, como quando se negocia com o erário público, se faz em benefício próprio!!!
Meus amigos, nomeações de filhos e sobrinhos para cargos do estado, recém licenciados, como assessores e secretários de qualquer coisa, a ganhar uns míseros 6500 euros mensais, com nomeação definitiva até encontrarem um tachito melhor!!!
Adjudicação de obras directas, sem concurso até 5 milhões de euros, concorres a uma câmara e a tua mulher, filho, sobrinho, cunhado, etc, passa a ser o construtor de serviço... Tão simples que até dá dó!!!
Só se vê este "circo" montado em altura de eleições, porque o resto dos 4 anos...NADA!
Porque é que os ditos projectos PIN (Projectos de Interesse Nacional), não são referendados em consulta pública???
Se temos plataforma para entregar o IRS electronicamente, porque é que não temos uma plataforma para votar electronicamente???
Se é uma democracia porque é que não votamos todos??? Porque temos de escolher alguém de entre um lote de mentecaptos corruptos??? Que fazem tudo menos representar a nossa vontade, ainda por cima escolhidos por organizações com interesses dúbios, como são os partidos!
O Português tem capacidade de inovação, inteligência e perspicácia... O Português inteligente, pensante e capaz, não compactua com isto que se está a passar!!!
Querem privatizar tudo??? Pois bem, tem como exemplos "porreiros, pá", a EDP e a GALP energia, que engordam a fartar com os preços exorbitantes que praticam... Preparem-se porque assim que passarem as eleições vem o negócio da água!!!
Fundação para as telecomunicações móveis, deve ser outra ERSE, ou CMVM, que serve para regular... Mas o que faz é tão somente e apenas regular-se à conta do contribuinte com salários e pensões chorudas, até porque quando surgem irregularidades, fazem como o Vitor Constâncio do Banco de Portugal, encolhem os ombros e dizem: "Eu não sabia de nada..."
Por falar em Bancos, já agora, o BPN foi "salvo" com o erário público e o BPP não, porquê???
Agora o BPN vai ser de novo privatizado, vai ser dado como prenda de aniversário a quem??? Ou a injecção de capital do governo no BPN é um PPR para quem???
O TGV é de interesse nacional??? Vou fazer Lisboa- Madrid por 100 euros, quando posso usar um voo low cost, mais rápido e mais barato, ou Lisboa- Porto, quando tenho um Alfa Pendular subaproveitado!
Modernização é apostar numa rede ferroviária nacional, que ligue entre si todas as zonas do país sem excepção e permitir a circulação interna de bens e pessoas, pelo menos entre as capitais dos distritos.Não faz sentido demorar 3 horas a chegar a Madrid com o TGV e demorar 5 horas para chegar a Bragança, além de ambientalmente correcto iria desviar muito trânsito das autoestradas... Mas isso também não interessa porque a Brisa precisa facturar...
Podemos incentivar a microgeração de energia, mas não é com apenas 2500 licenças de produção atribuídas anualmente pela EDP que vamos lá... Então importamos energia a peso de ouro!
Podiamos fazer tanto por este país... Mas não fazemos, porque quem manda tem outros interesses que não os nacionais, porque no mundo globalizado, compramos tudo feito e não produzimos NADA!
A Europa transformou Portugal num país pequenito, consumista de segunda, amarrado e amordaçado, por empresas, por burocratas e tecnocratas... Se o D.Afonso Henriques visse o Portugal de hoje, certamente não se teria levantado da cama, para assinar o Tratado de Zamora em 1143...

1 comentário:

  1. Já pensaste formar um partido e/ou entrares num partido político com o qual te identifiques? Tens o espírito inconformista que o povo precisa!
    Pensa nisso... Eu votava em ti! Tens as ideias bem organizadas, tens conhecimento de causa, sabes o que queres e o que o país precisa, és honesto, tens personalidade, tens garra, e já passaste p cenas (que te permitiriam entender melhor o povo), tens espírito crítico, defendes a evolução... Blá blá... Força! Se precisares ajudo-te a recolher assinaturas!

    ResponderEliminar