16 março 2009

A Sorte ou a ausência de azar?


Muito se fala da sorte, é um fenómeno global, mas o que é a sorte?
Será a capacidade de ganhar sorteios uns atrás dos outros? De nada te vale ganhares bens e dinheiros, se depois estás a levantar dinheiro no multibanco e és abalroado por um automóvel que te esmaga e mata...isso não é sorte...
Há a sorte do "Gastão" o primo do Donald, em qualquer disputa ou competição ele ganhava pela sua sorte, excepto o coração do Margarida, que era a namorada do Donald, afinal a sorte era só no jogo...
Uns dizem que cada um faz a sua sorte, mas se assim fosse em Portugal todos ganhávamos o Euromilhões semana após semana e não aqueles Jackpots de milhões, mas essa quantia a dividir por todos os sortudos, que não seria mais que 20 euros a cada um... isso não é sorte!
Achar dinheiro é sorte? Mas para ter essa sorte alguém teve o azar de o perder ali...
O Universo dá e o Universo tira...
Sorte pode ser estar na hora certa no local exacto e não estar no meio de uma catástrofe, tipo 11 de Setembro...
Basicamente sorte é quando nos safamos de uma situação de uma forma inesperada e não prevista por nós, sempre com o mínimo de contrariedades (se possível nenhumas!)...
Neste momento a sorte também tem que ver com as posses...tens a sorte de ter uma casa, um bom carro, uma boa vida, um bom emprego, muito dinheiro, o grande plasma e o grande sofá...
Ter a sorte de ser feliz e de ter boas relações pessoais e profissionais com as pessoas que te rodeiam...
A sorte é um fenómeno ideológico, como a democracia, ou o comunismo...
Ter muita sorte significa que alguém no Mundo teve muito azar...Não me parece justo!!!
Para muitos como eu a sorte é apenas a ausência total de azares, cumprir metas e objectivos sem grandes percalços e viver com qualidade... No fundo todos nós somos um pouco sortudos na medida em que temos coisas das quais nos orgulhamos e que nos fazem felizes...Regra geral não as vemos como sorte porque aterraram na nossa vida... Pensa nisto!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário