26 fevereiro 2009

A frescura da tua ignorância constipa-me...e muito!

Fico um bocado intrigado quando conheço pessoas que ao não compreender o que dizes, automaticamente te colam rótulos, ignoram-te ou na pior das hipóteses insultam-te...
Faz-me confusão...
Quando alguém não sabe sobre um assunto, ou não tem opinião...procura o conhecimento...saber mais sobre o assunto em causa!Não???
É muito mais fácil dizer: " Tens a mania que sabes tudo..." e continuar numa permanente inércia de ignorância aventesmática!!! Como tem feito aliás ao longo dessa vida...
Este tipo de pessoas não tem rosto, estão em todo o lado e em lado nenhum, mas nunca tiveram a humildade de utilizar a forma do verbo "explica-me" e já agora "por favor", não apostam no seu próprio desenvolvimento, porque se consideram inferiores a tudo e a todos, cheios de complexos, frustrações e preconceitos, o mecanismo de defesa destes Mini Egos é agredir quem os rodeia, verbalmente claro, porque estas pessoas são normalmente demasiado cobardes e evitam ao máximo confrontos!!!
De um baixíssimo nível... mas comum entre nós!!!
Respostas ideais para esta gente:

" A frescura da sua ignorância constipa-me"
" Vá à merda..."
" Se não sabe, leia mais em vez de criticar"
" Se quiser eu explico-lhe e assim pode brilhar de vez enquando lá em casa"
" Existem pessoas que resolvem o (s) problema (s) que você tem..."
" Existem pessoas internadas mentalmente mais saudáveis..."
" Você é um poeta, cada vez que abre a boca só sai merda..."

...and so on...

1 comentário:

  1. Conheço um desses exemplares mais original, quando não percebe o que lhe dizem pisca os dois olhos.

    Deve ser uma mensagem de erro do cérebro tipo: "curto circuito o meu hospedeiro é burro como um calhau não perca o seu tempo"

    ResponderEliminar