17 outubro 2006

Associação Académica de Viseu acorda após anos de coma profundo...Mas em silêncio!!!

Em Portugal, existe o velho hábito de criar instituições com funções indefinidas para albergar "pessoas" que pouco ou nada sabem fazer... Talvez seja inocência, ignorância, incapacidade, ou pura e simplesmente "vontade de fazer nenhum"...

Instituições essas que condenadas ao fracasso pela morte prematura à nascença, surgem do meio do nevoeiro como o D.Sebastião com soluções brilhantes para problemas que sempre existiram, mas para os quais essas instituições se estiveram sempre a "cagar d'alto", ou simplesmente, não se enquadravam na conjectura política da altura...

Após esta breve introdução, tomei conhecimento, que a Associação Académica de Viseu, vai organizar uma marcha de protesto em silêncio contra o aumento de propinas em cerca de 80 Euros no Instituto Politécnico de Viseu este ano lectivo, esta marcha será feita com alunos trajados como forma de luto.

Ora de luto estou eu por ser representado por um grupo de "pessoas" (leia-se qualquer outro nome insultuoso no lugar de "pessoas" como por exemplo: mentecaptos ou até mesmo deficientes retardados!), que ao fim de 5 anos de aumentos consecutivos se decidiu a manifestar com tanta pujança...EM SILÊNCIO!!!
...(Penso que o silêncio não será mais que uma questão de educação para sermos levados a sério como estudantes e saberem pela força da voz ou ausência da mesma o que é reinvindicado, SEM COMENTÁRIOS!!!)
Onde estava a toda poderosa Associação Académica de Viseu nos aumento sucessivos ao longo dos anos??? De 366 euros para perto de 800 euros e agora com o valor fixado acordam do coma profundo do "faz que zela pelos interesses dos estudantes" e decidem se manifestar de forma veemente, mas em silêncio...

Em mais situações os estudantes do Instituto Politécnico de Viseu foram "atropelados" nos seus direitos básicos: como é o caso do desaparecimento súbito por estrangulamento do estatuto de trabalhador estudante e da respectiva época especial de exames...(Para associações de estudantes o estatuto permanece, bem como as respectivas épocas especiais, eu acho que dirigente associativo faz mais do que quem efectivamente trabalha...).
E ainda as reformulações dos cursos para o processo de Bolonha, onde a participação dos alunos foi muito próxima do zero...Perto de zero foi também o interesse da Associação Académica em informar os alunos das diferentes escolas...

É bom saber que se vai fazer alguma coisa pelos direitos dos alunos, mesmo que seja completamente ridícula como a marcha em silêncio...Mas pelo menos sabemos que existe alguém na Associação Académica e que esse alguém está vivo e livre do coma profundo.

Os direitos dos alunos deveriam ser defendidos por justiça e igualdade...Não por jantaradas, churrascadas, tardes de bebedeira e festas com cerveja à borla...Esse convívio é muito bom, mas não é essa a finalidade dos organismos académicos estudantis...Até porque qualquer amiba tem capacidade de organizar uma festa...Existem nas aldeias e chamam-se: "Comissões de festas"

P.S. Mais uma vez declaro que este blog é de LIVRE OPINIÃO e não há qualquer censura aos possíveis comentários...Para pseudo liberdade já basta na rua...AQUI TODAS AS OPINIÕES CONTAM!!!

P.S.2-
O pior tipo de deficiente é aquele que não possui deficiência, apenas o é...

2 comentários:

  1. Eu penso sempre que não adianta fazer greve se isso nada irá alterar alguma coisa. No entanto respondem-me que faz-se greve nem que seja para mostrar o seu desagrado. Acho bem, embora não sirva de nada.
    Isso do aumento das propinas tem sido um exagero todos os anos. Ainda me lembro quando entrei no ensino superior há seis anos só tinha duas prestações das propinas. Agora tenho quatro prestações, sendo o valor de cada uma superior a cada uma das primeiras prestações que paguei há seis anos.
    Quanto ao facto de ser uma manifestação silenciosa, acho que essas são melhores do que as que só arranjam problemas.
    E quanto a ser tarde e terem ficado parados tanto tempo sem nada fazer, penso que "mais vale tarde do que nunca". :)
    Não tenho qualquer tipo de queixas da Associação Académica da minha escola porque ela funciona muito bem, ao contrário do que a tua parece trabalhar. E a prova disso é que nunca me lembrei de haver concorrência à Associação existente. Quem quer junta-se a ela. Se tentasse concorrer iria perder de certeza.
    Desculpa o comentário longo...

    ResponderEliminar
  2. mas que Associação Académica de Viseu???? a de Andebol ou a da Universidade Católica?? que eu saiba só há essas!

    ResponderEliminar