06 setembro 2006

Clientes de um Empregado de Mesa...

No local onde trabalho surgem diversas variantes da espécie que é o Homo Sapiens Sapiens, esse grande animal...
Dignas de uma inventariação e respectivo estudo sociológico, vou de alguma forma caracterizar grupos de pessoas que frequentam uma esplanada...
A qual pertences???

O Funcionário Público...

Se for antes de ir trabalhar, (não, não era uma piada...), toma café...
...a partir das 10:30 da manhã se for homem cerveja...

O reformado...

Apenas consome uma bebida por dia (todos os dias a mesma...) que lhe dá assento todo o dia na esplanada...Normalmente as bebidas são: café, carioca de limão ou café, chá ou água...

A velha Tia...

Chatas e normalmente querem que fiques a conversar com elas... pedem galão e torrada... com uma lista de especificações ao lado...tipo: torrada mal passada, com manteiga X e galão claro, morno e com adoçante... quando chegas com o pedido à mesa pede-te um copo de água...Se estiver senil, tens que lhe tirar o dinheiro da carteira, para te pagar...

O pessoal da aldeia...

Normalmente em dias de feira (Terça feira), pedem um bolo e um sumo, literalmente e deixam tudo ao meu critério...Se for à tarde pedem cerveja ou vinho...

O imigra...

Pede coca cola e cerveja com fartura, sempre com sotaque francês, adoram bebidas novas e são fanáticos por águas de sabores do tipo "frize au citron"... Normalmente, na altura de pagar, várias pessoas disputam essa honra...não é raro ouvir..."-Eu é que pago. - Não!Eu é que pago..."

O turista...

Exprime-se, ou pelo menos tenta fazer-se entender em Português...Escolhem entre coca cola, cerveja e as variantes de café com leite, pedem indicações...Pagam e deixam gorjeta.

A puta...

Vem com uma toilette de parar o trânsito, sozinha, pede coisas caras e não paga logo, porque pega no telémovel e liga para alguém que aparece de seguida e normalmente paga a conta... Normalmente esta classe fala com sotaque do tipo... (Oi moço...mi trais um suco dji laranja...)

O gajo que está com a puta...

Normalmente fala baixo, muito baixo...olha para todo o lado para se certificar que não é visto por ninguém conhecido, pede cerveja... A discrição do empregado, garante a gorjeta...Até porque normalmente, são casados...

O gajo que vem sozinho...

A bebida varia consoante a idade e a hora do dia, desde sumo, cerveja ou whisky (por ordem crescente de idades...), procura uma bacana qualquer para acasalar, na tentativa desesperada de sair do celibato, observa as potenciais presas...

Os recém casados...

Os mais afectados são os piores...pedem cafezinhos com copos de gelo ao lado e copos de água, além de outras paneleirices...obrigam-te a ir à mesa centenas de vezes, no final pagam o dinheiro certo em moedas de 1 e 2 cêntimos...
Os menos afectados pedem bebida e comida para todos, são simpáticos e afavéis...

Os teenagers...

Pedem Ice teas e coca colas...de vez enquando um aventureiro pede uma cerveja...Pagam tudo separado e fazem vaquinhas entre eles porque há sempre um ao qual falta dinheiro...

O Bancário, Advogado, Político...

Chama-te com monossílabos do tipo: "ó, ó...", "Psst, pssst..." ou ainda o incontornável "ó chefe...".
Dizem que já estão á meia hora à espera de atendimento, (mesmo que se tenham acabado de sentar...).

A Quarentona/Cinquentona...

Viúva, solteira ou casada é igual, quando vê um empregado novo a primeira coisa é saber o seu nome e faz questão de o tratar pelo nome próprio...Faz o pedido e manda um piropo ao empregado...recebe...manda um piropo...paga e manda um piropo.

Para já estas são as classes mais flagrantes...claro que existem variantes destas mesmas classes...Assunto para outro Post...

7 comentários:

  1. Desculpa lá a invasão...mas tinha de comentar!!
    Sou uma teen e...sim, há sempre alguém que não tem dinheiro...
    *

    ResponderEliminar
  2. Interessantíssimo, principalmente para mim que detesto ir a cafés e nunca me tinha apercebido desses "tipos" de pessoas. Adoro observar pessoas e aposto que da próxima vez que for a um café (espero que não seja para tão breve) irei reparar nas pessoas que lá estão.
    Só uma coisa: nunca vi ninguém que deixasse o "bolo e o sumo" para que o empregado escolhesse. Se eu fizesse isso, o mais certo é ele dar-me alguma coisa que eu não goste. 0:)

    ResponderEliminar
  3. Em conversa com as minhas irmãs sobre a questão de haver pessoas que pedem um bolo e um sumo para que o empregado escolhesse à vontade, começámos a questionarmo-nos que bolo e que sumo é que serão escolhidos pelo empregado para os clientes. Qual é o critério? Qual o escolhido?

    ResponderEliminar
  4. Para maluca responsável:
    Sim, sofro muito...Mas como levo o trabalho com descontracção rio me mto e não custa nada...

    Para Pitux:
    Se for algum miudo escolho uma coca cola e uma bola de berlim, para um adulto um compal e uma lancheira e se for um velhinho um queque e um galão...lol;)...satisfeita???

    ResponderEliminar